Header Ads Widget

anigif.gif

UNIÃO BRASIL VAI DISCUTIR APOIO PARA CANDIDATO AO GOVERNO


No mesmo dia da abertura do prazo de duas semanas para que os partidos políticos oficializem as chapas de candidatos às eleições deste ano, o União Brasil reúne a Executiva Estadual e os nove pré-candidatos à Câmara dos Deputado, amanhã, para discutir o rumo no pleito majoritário, embora a prioridade do partido seja a de eleger o maior número possível de candidatos a deputado federal e estadual.

O presidente do União Brasil no Rio Grande do Norte, José Agripino, afirma que a reunião desta "será meramente preparatória" para a convenção, que será realizada em 28 de julho, na sede do América F.C, com a presença do presidente nacional do partido e pré-candidato a presidente da República, Luciano Bivar.

O ex-senador e ex-governador José Agripino disse que em relação a alianças com outros partidos, ainda não tem "nada a adiantar", porque decisão nesse sentido será discutida até a convenção, mesmo diante das especulações de que o União Brasil poderia indicar o ex-prefeito do Assu, Ivan Lopes Júnior, como companheiro de chapa do pré-candidato a governador do Solidariedade, o ex-vice-governador Fábio Dantas.

"Após nossa reunião sobre a posição do partido é que vamos avaliar isso", declara Ivan Júnior, que nas eleições municipais de 2020 perdeu a eleição de prefeito por cinco votos em Açu.

Primeiro vice-presidente da Executiva Estadual, o ex-prefeito Leonardo Rego (Pau dos Ferros), admitiu que o encontro com "vai também aferir como estão as articulações da campanha para fortalecer a chapa proporcional do União Brasil". Segundo ele, esse será "um critério determinante" para definição coligações às eleições de 02 de outubro.

"Precisamos levar em conta a composição que também vai ajudar o projeto do União Brasil”, disse Leonardo Rego, contando que o seu partido tem um grande capital político, que "é a sua enorme representatividade, a maior na Câmara Federal, o que gera a potencialização no tempo de rádio e TV para o projeto majoritário”.

Sem pré-candidato próprio também a senador da República, a maioria dos pré-candidatos a deputado federal do União Brasil tende a apoiar a pré-candidatura ao cargo do ex-ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, do Partido Liberal (PL), casos dos deputados federais Benes Leocádio e Carla Dickson, além do presidente da Câmara Municipal de Natal (CNM), vereador Paulo Freire.

A disputa de poder político nos municípios é outro motivo para divergências de apoios à senatória. O ex-prefeito Leonardo Rego já anunciou apoio ao pré-candidato do PSB, deputado federal Rafael Motta, diante do apoio de sua adversária política em Pau dos Ferros, a prefeita Marianna Almeida, ao ex-ministro Rogério Marinho.