Header Ads Widget

anigif.gif

ÉVERTON CEBOLINHA ESTREIA NO FLAMENGO CONTRA JUVENTUDE


Com a possibilidade da estreia de Cebolinha, o Flamengo enfrenta o Juventude, nesta quarta-feira (20), às 20h30, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O confronto é válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida não será no Rio de Janeiro pela indisponibilidade do Maracanã em virtude da manutenção do gramado. Até a tarde de ontem haviam sido vendidos 47.593 ingressos para o duelo.

O time carioca conta com o retorno do zagueiro David Luiz, recuperado de lesão, e Gabigol volta após cumprir suspensão por três cartões amarelos. O goleiro Diego Alves e o zagueiro Rodrigo Caio seguem como desfalques. Matheus França e Marinho estão fora também.

O Flamengo venceu na rodada anterior do Brasileiro. A equipe carioca derrotou o Coritiba, por 2 a 0. Atualmente, ocupa a sétima colocação, com 24 pontos. Em casa, foram oito jogos, com cinco vitórias, um empate e duas derrotas. Um aproveitamento de 66,7%.

O Juventude não vence há oito rodadas no Campeonato Brasileiro. Sob o comando do técnico Umberto Louzer são quatro jogos, três empates e uma derrota. A equipe alviverde assumiu a lanterna da competição e busca sair dessa situação incômoda de zona do rebaixamento. Como visitante, o Verdão tem oito jogos, com uma vitória, quatro empates e três derrotas. Um aproveitamento de 29,2%.

Adeus

Diego Ribas convocou uma entrevista coletiva esta terça-feira, dia em que completa seis anos no Flamengo, para falar dos planos para a sequência de sua carreira. Perto dos familiares, ele afirmou que deixará o clube ao fim do contrato, em dezembro deste ano. Além disso, anunciou que não jogará mais no Brasil.

A aposentadoria só não vai acontecer se o jogador receber uma proposta que considere interessante para atuar no exterior.

“Hoje completam seis anos do anúncio da minha chegada ao Flamengo. Foram seis anos maravilhosos. Na renovação, ano passado, definimos que seria meu último ano no Flamengo e venho confirmar isso. Encerrará minha passagem pelo Flamengo. Não atuo também mais em outro clube brasileiro. Minha história no Flamengo é muito rica. Vou me dar mais meses ainda daqui para decidir se me aposento ou não. Se continuar, será fora do país. É aqui que quero viver essa reta final”, disse.