Header Ads Widget

anigif.gif

ESTADO TEM 2,5 MILHÕES DE PESSOAS QUE ESTÃO APTAS A VOTAR


O Rio Grande do Norte tem 2.554.727 pessoas aptas a votar no pleito de outubro deste ano. Os dados foram divulgados ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O aumento foi de 7,6% de votantes em relação ao ano de 2018, quando estavam registrados 2.373.619 eleitores no Rio Grande do Norte. O Estado representa 1,6% do total de brasileiros que vão escolher seus representantes neste ano.

Ainda segundo dados do TSE, a maior parte do eleitorado do Rio Grande do Norte é de mulheres, com 53%. Ou seja, cerca de 1.349.571 de votantes do RN são do público feminino. Esse fato vem na esteira do que ocorre nacionalmente, onde foram registradas 82,3 milhões de eleitoras, número equivalente a 52,65% do total.

Outro dado que chama atenção é sobre o crescimento de novos eleitores de 16 e 17 anos. De acordo com o TSE-RN, nos quatro primeiros meses de 2022, o Rio Grande do Norte ganhou 17.374 novos eleitores de 16 e 17 anos. Até abril deste ano, o RN contabilizou 31.947 jovens nessa faixa etária aptos a votar nas Eleições de 2022. Um aumento de 2.687 jovens se comparado ao mesmo período de 2020, ano em que aconteceram as últimas eleições.

De maneira geral, o Tribunal registrou que o eleitorado brasileiro cresceu 6,21% em relação ao pleito de 2018, quando o total de pessoas aptas a votar foi de 147,3 milhões. O TSE informou que 156,4 milhões de pessoas poderão comparecer às urnas no dia 2 de outubro para escolher presidente e vice-presidente da República, governadores e vice-governadores, além de senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Em caso de segundo turno para a disputa presidencial e para governos estaduais, a eleição será em 30 de outubro.

No Brasil, são 156 milhões

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou ontem que 156.545.011 brasileiros estarão aptos a votar nas eleições de outubro deste ano. De acordo com o presidente do TSE ministro Edson Fachin, os números são "impressionantes" e revelam "o maior eleitorado cadastrado da história brasileira". Houve um aumento de 6,21% em comparação ao último ciclo presidencial, em 2018.

Mais da metade (52,65%) de quem irá comparecer às urnas em outubro é mulher: 82.373.164 ante os 74.044.065 (47,33%) de homens. São Paulo continua a ser o maior colégio eleitoral brasileiro, com 22,16% de todos os eleitores. Em seguida estão os Estados de Minas Gerais, com 10,41% do número total de eleitores, e Rio de Janeiro, com 8,2%.

Neste ano, mais de 2,1 milhões de brasileiros entre 16 e 17 anos poderão votar, o que totaliza mais de 700 mil jovens a mais do que em 2018, um crescimento de 51,13%. Em março e abril deste ano, influenciadores e organizações mobilizaram campanha incentivando o registro da faixa etária no processo eleitoral deste ano.