Header Ads Widget

anigif.gif

AVANTE OFICIALIZARÁ APOIO A FÁTIMA, APÓS CONFIRMAR VETO A FÁBIO DANTAS


“Há uma maioria que quer que o partido caminhe com a governadora. Eu tenho conversado e a tendência é essa”, revelou o presidente estadual do Partido Avante, Jorge do Rosário, admitindo que a legenda deverá apoiar a candidatura à reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT), nesta quinta-feira 28. Ele disse que está realizando as últimas conversas e em breve fará o anúncio oficial.

“Temos conversado, isso já é de conhecimento público, com a governadora Fátima Bezerra e dentro do partido. A gente vai fazer as últimas conversas para anunciar, dentro do que eu disse quando assumi o partido, que não sou dono do partido, sou presidente e quero que o partido, democraticamente e ouvindo a todos, tomemos uma decisão em bloco. Eu tenho conversado e a tendência é essa, mas há uma questão de como e quando iremos anunciar e quero ainda conversar com outros pré-candidatos”, explicou.

Segundo o presidente estadual do Avante, a única candidata ao governo que os procurou foi a governadora Fátima Bezerra, antes mesmo dele ser declarado o presidente do partido, para pedir seu apoio como pré-candidato a deputado estadual.

Jorge do Rosário garantiu que dos, 34 nomes dos candidatos na corrida pelas cadeiras da Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados, pelo menos 25 subirão no palanque de Fátima Bezerra.

“Porque tem muito de convencer as pessoas, eu já tive resistências em algumas posições, mas quero dizer que, às vezes, nossas posições políticas são as circunstâncias que fazem com que a gente tome essas decisões. Nós temos nove candidatos a deputado federal, mas temos algumas dissidências, penso que uns cinco vão acompanhar a nossa decisão, no total de 25 nomes do Avante [entre deputados estaduais e federais]”, assegurou.

Segundo Jorge do Rosário, há um veto ao nome de Fábio Dantas (SDD) por ser o candidato a governador do prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (SDD), de quem Jorge faz oposição.

“Nós temos a situação local onde Fábio Dantas é apoiado pelo prefeito, onde sou da ala da oposição, não me cabe no palanque dele, nem ele me procurou. Fica difícil e você como presidente de partido tem que se posicionar e você é cobrado por isso, penso que quem faz política tem que se posicionar, ficar em cima do muro não é bom, já tinha essa questão, somado ao fato da governadora ter procurado o partido, querendo o nosso apoio e que a gente participe da campanha. Nada mais justo do que a gente, feito esse alinhamento com alguns pré-candidatos, tomar essa decisão”, esclareceu em entrevista Enfoque Político (Super TV).

SENADO

Já para o Senado Federal, Jorge declarou que há uma “afinidade” com o pré-candidato Rafael Motta (PSB), a quem deve oficializar o apoio em breve.
“Rafael Motta é um candidato que tenho afinidade com ele, tem conversado muito comigo e com o partido (de modo que), Rogério está fora. Então, ficaria entre Rafael e Carlos Eduardo Alves, mas há uma tendência por Rafael por uma questão simples, a maioria do nosso partido prefere caminhar com Rafael, tenho escutado e, Rafael tem um padrinho muito forte dentro do Avante que é o deputado estadual Souza, que coordena a campanha dele no Oeste, um apoio que sou muito grato a ele”, concluiu.