Header Ads Widget

anigif.gif

REUNIÃO ENTRE FÁTIMA E RAFAEL MOTTA ECERRA POSSIBILIDADE DE ENTENDIMENTO


A governadora Fátima Bezerra (PT) e o pré-candidato ao Senado Federal Rafael Motta (PSB) se reuniram na véspera da visita do pré-candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para conversarem sobre a campanha do pessebista e os possíveis efeitos que esta pode causar à chapa majoritária da gestora, que tem Carlos Eduardo Alves (PDT) como pré-candidato ao Senado.

Conforme informações de bastidores, Fátima teria falado a Rafael que ele é, neste momento, mais importante na Câmara Federal e não no Senado, uma vez que ele pode continuar a ser um elo importante para a gestão estadual no Congresso Nacional, como vem sendo esses três anos e meio. A expectativa da gestora é que Carlos Eduardo ganhe as eleições e seja o terceiro senador do Rio Grande do Norte.

Diante do novo pedido para Rafael Motta desistir de sua pré-candidatura ao Senado Federal, o parlamentar teria batido o pé e não aceitado o recuo, embora mantenha o voto em Fátima Bezerra para o governo do Estado. O deputado conta com o apoio do diretório nacional do PSB para o Senado, bem como o do PT nacional, o que ficou visível durante a estadia de Lula e seu vice, o pessebista Geraldo Alckmin, bastante próximo a Rafael.

Fátima reconhece a importância do parlamentar e disse ter um carinho grande por ele, mas que seu candidato oficial será Carlos Eduardo Alves, como aposta para vencer o bolsonarismo no Rio Grande do Norte. “Tenho um carinho imenso e respeito por Rafael, mas essa pré-candidatura só favorece o adversário Rogério Marinho”, disse, no mês passado.