Header Ads Widget

anigif.gif

GESTÃO DR. ZÉ DEIXA A PRINCIPAL BANDA DA CIDADE FORA DO ROÇADO DE SÃO PEDRO


Principal banda musical da cidade de Macau fica de fora do Roçado de São Pedro, os festejos serão realizados e promovidos pela prefeitura do município, no bairro do Porto São Pedro, de 20 a 28 de junho. A gestão, Dr. Zé, penaliza a Banda Doce Pecado, a principal representante da cidade de Macau em shows e eventos dentro e fora do estado.

Com uma justificativa nada satisfatória de que o empresário, Jair Doce Pecado, teve o nome citado na Operação Máscara Negra, sem justificar a contratação de outros artistas da terra que também foram citados na mesma investigação do Ministério Público.

A gestão Dr. Zé, “Usa dois pesos e duas medidas?”, o certo é que o empresário Jair Doce Pecado e sua banda, geradores de empregos na cidade, ficam prejudicados pela não contratação para o evento junino, Roçado de São Pedro.

Em nota de repúdio o empresário fala sobre sua insatisfação com a gestão Dr. Zé. Leia a nota:

NOTA DE REPÚDIO

Venho através desta nota repudiar veementemente as decisões tomadas pelo atual governo em relação a contratação da DOCE PECADO PRODUÇÕES, e principalmente a pessoa de Jair Rodrigo Silva, proprietário da distinta empresa. Ora, é de conhecimento de todos que a empresa trabalha no ramo artístico cultural a mais de 22 anos, com atividade de locação de estrutura para eventos e com a Banda DOCE PECADO, levando oportunidades de empregos para o ramo. Pois bem, nessa gestão em um dos principais festejos que é o Roçado de São Pedro a Banda DOCE PECADO não foi contratada, mesmo sendo senão a principal banda, uma das principais de nossa cidade e região. A gestão alega que a empresa não poderia ser contratada pela prefeitura, sugerindo até mudança de nome da Banda, por questão de um processo de conhecimento de todos, a chamada Máscara Negra. Pois bem, já foi decidido pela justiça que a situação da empresa não pode ser prejudicada por uma investigação que até hoje não terminou e nem foi dado condenação alguma a empresa ou seu proprietário, onde sabemos que não terá condenação, pois os mesmos não têm culpa alguma nessas situações. Se fosse o caso de proibição, outras bandas que estão citadas no mesmo processo não poderiam também está fazendo seu trabalho no mesmo festival (Roçado de São Pedro). A Banda DOCE PECADO e a DOCE PECADO PRODUÇÕES continuará trabalhando e com o mesmo nome, pois nunca fez nada de errado para que seja condenado por uma prefeitura ou qualquer outro órgão. Ainda lembramos que fazer o trabalho na nossa cidade nunca foi apenas questão financeira, e sim questão de dar oportunidades aos macauenses e ter uma marca histórica na nossa cidade. Vale salientar que estamos trabalhando normalmente em outras cidades e nunca chegou algo contraditório para desabonar os trabalhos dessa empresa. Por fim ficamos triste por ser essa "proibição" de não poder trabalhar na nossa própria cidade, mesmo a maioria dos cidadãos sentindo nossa falta na programação citada (Roçado de São Pedro). Lamentamos a triste situação.

 

Jair Rodrigo Silva

Empresário

DOCE PECADO PRODUÇÕES