Header Ads Widget

anigif.gif

GESTÃO DR. ZÉ: CRIANÇAS MACAUENSES SOFREM COM DESCASO E ABANDONO NA SAÚDE DO MUNICÍPIO

 

Não é de hoje que relatos de descaso, desprezo e abandono da gestão Dr. Zé, vêm sendo noticiados pela imprensa local, fatos estarrecedores que deixam a população da cidade indignada com tanta falta de zelo pela saúde dos macauenses. Ultimamente a incidência de casos negativos e degradantes tem aumentado consideravelmente agravando ainda mais a situação caótica que se encontra a saúde de Macau.

Gestão Dr. Zé, são quase R$ 200 milhões em arrecadação em um período de um ano e meio, e a pergunta que não se cala nos quatros cantos da cidade, “onde está sendo investido tanto dinheiro?” Essa é a grande dúvida do cidadão macauense que condignamente pagam seus impostos ao erário público. Não se ver nenhum investimento na cidade que justifique em gastos a dinheirama que já entrou nos cofres do município.

CASO OU DESCASO?

O caso dessas duas crianças são os fatos mais recentes que condizem com a realidade atual no tocante a saúde de Macau. Uma criança por nome de Daniel, precisando urgentemente de um medicamento para tratar uma pneumonia rara, que custa uma única dose, algo em torno de R$ 10 mil, e a criança precisa tomar 12 doses desse medicamento. A prefeitura tem a obrigação de arcar com o tratamento do pequeno Daniel.

O outro caso é de uma criança de 11 anos de idade que está precisando de colocar uma imobilização de gesso no pé, para tratar uma pequena fratura, um procedimento simples, mas que infelizmente a saúde de Macau não tem a capacidade de resolver. Para quem apelar nesses casos? Se quem pode resolver não resolve.