Header Ads Widget

anigif.gif

FOME DISPARA E ATINGE 33 MILHÕES DE BRASILEIROS


Atualmente, o Brasil tem cerca de 33,1 milhões de pessoas vivendo em insegurança alimentar grave (fome). Divulgado nesta quarta-feira (8) pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, o 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil revela que 15,5% da população se encontra em situação de fome. O Nordeste é a região mais afetada com 12,12 milhões de pessoas passando fome.

Em comparação com a primeira pesquisa, realizada em 2020, são 14 milhões de brasileiros a mais em insegurança alimentar grave neste ano. O número quase duplicou em relação ao último levantamento. Estima-se que seis em cada dez domicílios não têm acesso pleno à alimentação.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os indicadores da insegurança alimentar estavam piorando no país há alguns anos, mas a pandemia da Covid-19 agravou o cenário. Em menos de dois anos, também foi percebido o aumento da fome nas áreas rurais. No campo, a insegurança alimentar esteve presente em mais de 60% dos domicílios.

O estudo mostra ainda que mais da metade (58,7%) dos brasileiros convivem com algum tipo de insegurança alimentar, seja em grau leve, moderado ou grave de fome. No total, 125,2 milhões de pessoas estão nessas condições, o que representa um aumento de 7,2% comparado ao início da pandemia em 2020.