Header Ads Widget

anigif.gif

CASOS DE ARBOVIROSES NO RN SOMAM QUASE 33 MIL SÓ ESSE ANO


O número de casos prováveis de arboviroses no Rio Grande do Norte somam 32.978 desde o começo deste ano. Dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) nesta terça-feira (14) mostram que duas pessoas morreram no RN por causa de dengue e há três óbitos em investigação, que podem ter sido provocados pela chikungunya. As estatísticas são relativas às semanas epidemiológicas 1 a 22, com informações até 4 de junho.

Os casos prováveis de dengue desde o início do ano somam 23.240. Já foram confirmados dois óbitos pela doença e outros 10 ainda estão em investigação. Para a chikungunya foram contabilizados 7.609 casos prováveis, sem óbitos confirmados e três óbitos em investigação. Já a zika tem 2.129 casos prováveis, sem óbitos confirmados. Os casos confirmados de zika em gestantes somam 9.

A título de comparação, a Sesap registrou 2.798 casos de dengue em sua semana de pico em 2022. Enquanto que a semana com o maior número de casos da doença em 2021 foi de 191. Nos casos de chikungunya, a semana de pico de 2022 teve 939 casos registrados e a de 2021 teve 286. Quando o assunto é zika vírus, o maior registro de 2022 foi de 348 casos, e em 2021, de 21 casos.

No último 19 de maio, o governo do RN publicou o decreto Nº 31.526 que declarou situação de emergência em relação às arboviroses. Desde então, diversas ações estão sendo feitas para fortalecer o enfrentamento à dengue, zika e chikungunya no Estado.

Enfrentamento

Uma série de oficinas de integração entre agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde foram iniciadas no mês de junho, na sede da primeira região de saúde, para 13 municípios; na sede da sexta região de saúde, para 18 municípios; e no município de São Gonçalo do Amarante (sétima região de saúde). Até o final do mês os encontros acontecerão para todos os municípios da quinta região de saúde e nos demais municípios da região metropolitana.

A Sesap fornece ainda capacitação nos sistemas de notificação e apoio aos municípios na realização do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa/LIAa). No dia 27 de maio foi realizado o Dia D de combate às arboviroses em parceria com os municípios, com mutirões de limpeza, blitz educativa, além de inspeção em prédios públicos e privados abandonados ou fechados e borrifação com UBV Portátil. A equipe de controle vetorial da Sesap já realizou a operação de UBV pesado (carros-fumacê) em 31 municípios do RN.

A coordenadora do Programa Estadual das Arboviroses, Sílvia Dinara, lembra que a epidemia de dengue envolve outros setores além da saúde, como educação, mobilização social, infraestrutura, tratamento de resíduos sólidos, entre outros. “O combate ao Aedes aegypti é comigo, com você, é com todos. Precisamos colocar na rotina, todos os cuidados para que o mosquito não se prolifere, cada um fazendo sua parte”.