Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

SUPER MATUTÃO VAI MOVIMENTAR O FUTEBOL NO INTERIOR DO RN


O Matutão, competição idealizada pelo jornalista Everaldo Lopes e Ilo Rodrigues, que fez muito sucesso nas décadas de 80 e 90, recebeu a estrutura da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), foi revigorado, foi rebatizado como Super Matutão e vai ter sua segunda edição lançada amanhã, a partir das 14h pelo presidente da casa do futebol potiguar, José Vanildo. A ideia é reunir prefeitos, dirigentes de ligas e clubes amadores de todas as regiões do estado no auditória da FNF.

As inscrições estarão abertas após o evento de lançamento do torneio, mas a FNF trabalha com a expectativa de contar mais de 50 equipes disputando a competição de 2022, marcada para iniciar na segunda quinzena de junho e com a final prevista para ocorrer em novembro.
Dentro da nova fórmula, os principais objetivos são promover a interiorização do futebol e trabalhar a descoberta de novos talentos para o engrandecimento do futebol potiguar. Com isso, a ideia que será lançada pela FNF é permitir a inscrição de atletas entre 15 e 21 anos.

“Essa é a faixa que a federação de futebol está pensando em lançar, mas o tema será levado a debate dos presentes ao evento de lançamento. Se a ideia é buscar a revelação de novos talentos para o futebol potiguar e nordestino, os jovens devem ter idade para ingressar nas bases dos clubes, com a finalidade de trabalhar melhor os fundamentos do futebol”, explicou Erick Dias, assessor da presidência da FNF.

A edição que deu início ao novo formato da competição amadora, em 2019, contou com a participação de 24 equipes. O São Gonçalo foi o campeão e levou o troféu Everaldo Lopes para casa, após derrotar a Seleção de São Pedro por 2 a 1. A decisão foi realizada na Arena das Dunas. A expectativa, pelo sucesso da disputa, é no mínimo dobrar a quantidade de participantes e para facilitar os deslocamentos, os grupos serão regionalizados. Dependendo do número de participantes poderão haver até cinco regionais, caso os inscritos batam a meta desejada. A FNF ainda não divulgou as premiações para o campeão e o vice-campeão.

"O Super Matutão é uma das competições mais importantes para o nosso futebol. Ele movimenta o esporte amador no estado, o comércio local e serve como vitrine para que jovens atletas possam ser vistos pelos clubes profissionais aqui do RN e também dos estados vizinhos. Realizamos a competição em 2019 e estávamos com o planejamento pronto para dar continuidade em 2020, mas tivemos que adiar por causa do coronavírus.

Agora, com a pandemia em um momento de arrefecimento e com a vida voltando a normalidade, daremos continuidade ao projeto, que, sem sombra de dúvidas, será um sucesso", afirmou José Vanildo.

No evento que marcou o retorno da maior competição de futebol amador do RN, o regulamento, que terá de passar por modificações, foi o seguinte:

O Campeonato será disputado por 24 (vinte e quatro) Seleções Municipais, inscritas e regularizadas perante a FNF, no sistema de eliminatória simples, cuja composição, a critério do Departamento Técnico da FNF, poderá sempre que possível, acontecer confrontos regionais, visando facilitar a locomoção das equipes.[1]

Na 1ª fase, as Seleções jogaram entre si, em jogos de ida e volta, classificando-se para a 2ª Fase as vencedoras dos respectivos confrontos.
A 2ª Fase da Competição reuniu as 12 (doze) Seleções que obtiveram classificação na 1ª Fase, que jogaram entre si, no sistema de ida e volta, com mando de campo definido por sorteio na sede da FNF.

Já a 3ª Fase reuniu as 08 (oito) seleções, com o grupo formado da seguinte maneira: os vencedores dos confrontos da segunda fase foram automaticamente classificados, num total de 06 (seis), que foram somados as duas melhores seleções, entre as 06 (seis) que não obtiveram classificação, considerando os resultados obtidos em todos os jogos do campeonato, montando a fase de quartas de final.

Os vencedores da terceira fase passaram a integrar a fase de semifinal, os dois finalistas foram definidos em uma partida única com mando de campo da FNF. A Final da competição também disputada em jogo único, com mando de campo da FNF, ocorreu na Arena das Dunas e contou com a transmissão ao vivo por um canal de tv aberta.