Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

SOLIDARIEDADE É "ANTIPETISTA" AFIRMA PRESIDENTE ESTADUAL DA SIGLA NO RN


“Aqui no Estado, o Solidariedade é oposição ao PT. Historicamente, o partido sempre permitiu que seus diretórios estaduais tomassem suas próprias decisões em relação às eleições locais. Agora, em 2022, não será diferente”, declarou o presidente estadual do Solidariedade, Janiel Hercílio, explicando que, embora o presidente nacional da legenda, Paulinho da Força, tenha anunciado apoio formal à pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT), nos Estados, a sigla liberou suas executivas para tomarem suas decisões.

“Em janeiro de 2022, todos os presidentes estaduais foram convocados pelo partido para uma reunião em São Paulo, na qual o presidente nacional, Paulinho da Força, nos questionou sobre a liberação das executivas estaduais e isso foi aprovado e decidido por unanimidade pelos presidentes, que cada estado iria determinar como seriam as alianças nas eleições 2022. O Solidariedade é democrático e há 9 anos respeita as posições de suas executivas”, enfatizou.

Segundo Janiel Hercílio, “o Solidariedade do Rio Grande do Norte segue da mesma forma que se comportou durante toda gestão do governo Fátima Bezerra. Somos oposição ao governo do PT e seus pré-candidatos. E quem estiver nessa oposição é bem-vindo ao nosso palanque, que já tem a representatividade do presidente Bolsonaro com a pré-candidatura de Rogério Marinho”.

E afirmou que, “então, não há conflito e nem complica a cabeça dos eleitores”. “Está muito claro que somos oposição ao PT e não votamos no PT nacionalmente nem localmente. Mas, como democráticos que somos, também não há espaço para radicalismo. Nossos filiados possuem liberdade para ter posições e conviver harmonicamente com as diferenças. Assim que tem que ser”, ressaltou.
“Não vemos ambiguidade no posicionamento de Fábio Dantas”, diz

O presidente estadual do Solidariedade afirmou que o diretório estadual não vê ambiguidade no posicionamento de Fábio Dantas. “Ele é oposição ao governo do PT, é pré-candidato a governador pela oposição ao governo Fátima, tem como pré-candidato ao senado o ex-ministro Rogério Marinho, já declarou que votará em Bolsonaro, reconhece e agradece tudo que o Governo Federal fez pelo Rio Grande do Norte nos últimos 3 anos. O que querem mais? Rotular ou carimbar o nosso candidato? Isso é narrativa e estratégia dos petistas e não vamos entrar nessa guerra de narrativas”, questionou.

Janiel Hercílio lembrou que, o deputado Kelps Lima, foi o presidente da CPI da Covid-19, que investigou “os desvios e prejuízos dos recursos públicos enviados pelo governo federal ao RN para o enfrentamento à Pandemia. Por improbidade do governo Fátima, o Estado teve milhões em prejuízos e o povo ficou prejudicado. Tanto que foi aprovado relatório final, já encaminhado para as autoridades competentes, inclusive o Ministério Público Federal, por meio do procurador geral, Augusto Aras, pedindo o indiciamento da governadora Fátima Bezerra”.

E que a bancada do Solidariedade na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, composto pelos deputados Subtenentes Eliabe e Cristiane Dantas, é oposição ao governo do PT. “Nosso pré-candidato Fábio Dantas foi uma das vozes mais atuantes da oposição ao governo do PT nos últimos três anos. No nosso palanque aqui no Estado não tem espaço para o PT”, frisou.

O presidente estadual do Solidariedade, disse que o partido está empenhado em fazer um Rio Grande do Norte melhor. “Vamos sair da abstinência que nosso estado passa atualmente com um governo que abandonou a educação, a saúde, as estradas e o povo”, pontuou.