Header Ads Widget

anigif.gif

PALESTRA DA FIERN EXPLICA COMO O 5G VAI ALTERAR A ROTINA DA INDÚSTRIA NACIONAL


“A Tecnologia 5G e sua Importância para o Desenvolvimento da Indústria”. Esse é o tema da palestra magna da Fiern que irá celebrar o Dia Nacional da Indústria, nesta quarta-feira (25). O evento, que acontece às 17h, no auditório Albano Franco, na sede da federação, é realizado anualmente pelo Sistema FIERN com palestras, rodadas de negócios, apresentação cultural e ofertas de descontos em serviços oferecidos pela FIERN, SESI, SENAI e IEL.

Os responsáveis por ministrar a palestra serão Nathalia de Souza Lobo, secretária nacional de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, e Artur Coimbra de Oliveira, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O 5G é a evolução da atual rede de celulares de quarta geração e vem sendo desenvolvido para comportar o crescente volume de informações compartilhadas diariamente por bilhões de dispositivos sem fio espalhados no mundo. A tecnologia permite maior potência e velocidade na comunicação móvel. Na indústria, essa conexão pode fazer a diferença no uso potencial da robótica, armazenamento em nuvem e realidade virtual.

Nathalia Lobo destaca que a nova tecnologia “não é somente um 'G' a mais”. De acordo com ela, “o 4G veio para as pessoas e o 5G para mudar a rotina das indústrias”.

“As empresas terão um alto ganho de desempenho com toda a cadeia de produção interconectada. Vamos entrar em um modelo de internet massiva, com vários dispositivos integrados – do transporte de insumos, logística de distribuição à otimização de estoques, tudo para conseguir chegar ao consumidor final de uma forma mais inteligente”, explica a especialista.

Outro aprimoramento que o 5G permitirá são sensores de vibração, temperatura e umidade em tornos mecânicos (equipamentos usados para confecção e acabamento de peças), permitindo envio de dados em tempo real. “Assim, é possível acompanhar a correção de falhas e evitar retrabalho ou descarte”, aponta Nathalia.

O setor de logística terá grandes avanços com a nova tecnologia, afirma a secretária de Telecomunicações. “Portos, aeroportos e rodovias estarão mais conectados e poderão fazer uso de sistemas automatizados para conectar milhares de dispositivos, rastrear veículos ou controlar carga e passageiros, por exemplo”, comenta.

“A chegada da nova geração da tecnologia de internet móvel fortalece um ecossistema que estimula a transformação em todos os setores da economia, promovendo o desenvolvimento nacional com maior produtividade, avanços na economia e na qualidade de serviços”, conclui.

Palestrantes

Doutora em Economia pela Universidade de Brasília (UnB), Nathalia Lobo colaborou com a edição da Portaria 1.924/2021, que estabeleceu diretrizes para o Leilão do 5G. Com larga experiência na regulação do setor de telecomunicações, ela é servidora pública federal de carreira da Anatel, onde ocupou cargos de assessoria na Presidência e no Conselho Diretor. Atualmente, integra o Conselho Consultivo da Anatel.

Já Artur Coimbra de Oliveira é bacharel e mestre em Direito pela UnB, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Foi diretor de Banda Larga no Ministério das Comunicações e secretário de Telecomunicações, de 2011 a 2022. Ao longo desse período, participou do grupo formulador do Programa Nacional de Banda Larga, presidiu o Comitê Diretor do projeto do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas e foi membro do Conselho Consultivo da Anatel.