Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

MORAES DIZ QUE TSE "NÃO VAI SE INTIMIDAR" COM ATAQUE ÀS URNAS

 

O ministro Alexandre de Moraes, atual vice-presidente do TSE e quem irá presidir Tribunal eleitoral durante as eleições, reforçou que a Justiça Eleitoral está preparada para enfrentar ataques à urna eletrônica e à instituição.

“Não vamos nos intimidar, vamos trabalhar com independência, autonomia e rigor”, afirmou o ministro durante o 48° Encontro do Colégio de Corregedores Eleitorais.

A afirmação acontece após live do presidente Jair Bolsonaro. No encontro semanal com seus eleitores, ele disse que combinou com seu partido a contratação de uma empresa para fazer uma auditoria nas eleições.

“Estive com o presidente do PL há poucos dias e nós contrataremos uma empresa para fazer auditoria nas eleições. A empresa vai pedir ao TSE algumas informações. O que pode acontecer? Essa empresa que faz auditoria no mundo todo, empresa de ponta, pode chegar à conclusão que, dada a documentação que se tem na mão, dado ao que já foi feito, ela pode falar que não foi auditável. Olha a que ponto vamos chegar.”

No encontro, Alexandre de Moraes destacou, ainda, as decisões jurídicas recentes que possibilitam a punição dos abusos cometidos nas grandes plataformas de mídias sociais.

Na mesma linha, o corregedor geral eleitoral, ministro Mauro Campbell, ressaltou os inúmeros programas de combate à desinformação implementados pelo TSE e as parcerias firmadas pelo Tribunal com as empresas de mídias sociais, que permitem à Justiça Eleitoral ter acesso às fontes dos abusos e crimes.

“Nós todos queremos paz e segurança para as eleições”, concluiu o ministro Campbell, um dos homenageados do evento.

Migalhas