Header Ads Widget

anigif.gif

COM APOIO DE VEREADORES DA BASE GOVERNISTA, PREFEITO DR. ZÉ, REVOGA LEI RETIRANDO DIREITOS DOS SERVIDORES DA SAÚDE EM MACAU


Prefeito de Macau, Dr. Zé, mandou para aprovação na Câmara, na semana passada, em caráter de urgência, projeto de Lei que retirou direitos dos trabalhadores da saúde do município.

A PL foi aprovada pelos dez vereadores da base governista que sustentam, junto com Dr. Zé, a caça da maldade ao funcionalismo público da cidade. Os vereadores; Oscar, Ceição Lins e Chico Baixinho, não compareceram no dia da votação.

A lei assegurava o pagamento adicional de insalubridade com percentuais que variavam entre 30%, 35% e 40%, benefício concedido aos trabalhadores da saúde que permaneceram na linha de frente durante o período da pandemia da Covid-19.

À LEI ORDINÁRIA MUNICIPAL de N° 1.280 DE 29 DE JUNHO DE 2020. Foi aprovada pela câmara e sancionada em abril de 2020 durante a gestão do ex-prefeito, Tulio Lemos.

A nova Lei de N° 1.359/2022 de 26 de maio de 2022, aprovada pela gestão, Dr. Zé, e sua trupe de vereadores, a mesma, substitue a lei anterior de N° 1.280 e retira todos os direitos adquiridos pelos servidores da saúde de Macau.

Sendo assim, Dr. Zé, resolve cortar gastos em sua gestão, sacrificando o pão de cada dia dos funcionários da saúde do município. Até quando isso vai acontecer?