Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

MACAU: GESTÃO DR. ZÉ ARRECADA 37 MILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DESSE ANO E A CIDADE ENTREGUE ÀS BARATAS


Somente nos três primeiros meses, de janeiro a março de 2022, entraram nos cofres da prefeitura de MACAU, cerca de R$ 37 milhões no trimestre, o equivalente a R$ 12,33 milhões mensais.

A infraestrutura da cidade comprometida por falta de reparos, prédios do município precisando de manutenção constante, ruas e avenidas esburacadas com uma frequência grande de pontos de lixos espalhados.

MERCADO MODELO

Com o período chuvoso, a feira livre no mercado modelo da cidade, torna-se um desafio muito grande para feirantes, e a população que tem que caminhar em meio a buracos, lama e lixo. É muito comum também ver sobrevoos de urubus que baixam ao lado do mercado em busca de alimentos.

SOS SAÚDE

Na saúde, a falta de assistência básica tem deixado a população do município preocupada, diante das decisões pessoais que a atual gestão tem tomado, medidas impopulares que não agradam nem mesmo seus aliados.

No governo de Dr Zé, foram fechadas 5 leitos de UTIs, um centro cirúrgico e a obstetrícia no HMAF, as mães parturientes da cidade, sem assistência de um especialista para fazer o acompanhamento, são obrigadas a se locomover mais de 200 km de distância para ter seus bebês. A maior parte delas sendo deslocadas para as cidades de Natal, Macaíba e Ceará Mirim.

EDUCAÇÃO FERIDA

No início de governo de Dr. Zé, as primeiras decisões tomadas foram o fechamento das escolas municipais dos distritos do Maxixe, Quixabas, Alcanorte, Soledade e Salinópolis. Fechadas sem nenhum ressentimento ou compaixão por parte do gestor. Mães e alunos ficaram prejudicados e sem o direito de acompanhar a vida escolar de seus filhos no local onde moram.

INFRAESTRUTURA CAÓTICA

O município atravessou uma maré braba em arrecadação, de 2016 a 2020, não foram anos fáceis para quem esteve à frente da gestão. Mas como toda roda gira, as receitas começaram a se recuperar a partir de janeiro de 2021, somente neste ano, a gestão de Dr. Zé, arrecadou R$ 50 milhões a mais que a última gestão no mesmo período.

LIXO MILIONÁRIO

O contrato da empresa VALE NORTE, atualmente responsável pela coleta de lixo no município, custa quase R$ 7 milhões ao ano, aos cofres do município. Um contrato robusto que não impede a existência constante de vários pontos de lixo na cidade.

PRAIA DE CAMAPUM

O governo anterior deixou a obra na orla da praia com mais de 80% concluída, mas já estamos no quarto mês do segundo ano de seu mandato e as obras ainda se arrastam lentamente no local.

ESTRADAS INTRANSITÁVEIS

Os acessos da praia de Camapum e Ilha de Santana, estão intrafegável, precisando de serem refeitos, a buraqueira existente nessas duas vias denunciam a falta de cuidados e reparos continuados.

Com essa arrecadação volumosa o povo de Macau, merece uma prestação de contas por parte da gestão, afinal o senhor é funcionário do povo.