Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Filhote de jacaré-de-papo-amarelo é solto em área de proteção ambiental na Grande Natal


Após ser resgatado, um filhote de jacaré-do-papo-amarelo foi solto em uma área de proteção ambiental localizada em Extremoz, na Região Metropolitana de Natal. Segundo o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), a ação foi realizada pela polícia ambiental nesta terça-feira 12. Antes da soltura, procedimentos de registro, marcação e medição foram realizados.

O animal foi solto próximo a um ninho com vários filhotes recém nascidos e protegidos por uma mãe jacaré, que esteve próximo a equipe no momento da ação. O Idema também constatou a presença dos bichos na região, representando uma população saudável da espécie em reprodução.

Jacaré-de-papo-amarelo

Segundo a Fiocruz, a cor dessa espécie é esverdeada, quase parda, com o ventre amarelado, o focinho largo e achatado e pode medir até 3 metros de comprimento. Os jacarés são animais de hábitos noturnos e durante o dia formam grupos para tomar sol. Alimenta-se de peixes, aves e mamíferos. Seu período de reprodução é entre janeiro e março, época das grandes enchentes dos rios e põe entre 30 e 60 ovos por ninhada. Pode viver até 50 anos.

Os jacarés são animais ecologicamente importantes, pois fazem o controle biológico de outras espécies de animais, se alimentando de bichos mais velhos e fracos que não conseguem escapar de seu ataque. Além disso, suas fezes servem de alimento a peixes e outros seres vivos aquáticos. Hoje, os jacarés-de-papo-amarelo fazem parte da lista de animais em extinção do IBAMA. Isso se deve, principalmente, pela destruição de seu habitat e à poluição dos rios.