Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Fátima exonera secretários que irão disputar as eleições este ano


Por conta dos pedidos de exoneração de auxiliares que pretendem se candidatar nas eleições de outubro deste ano, a governadora Fátima Bezerra (PT) alterou quadros do primeiro escalão do secretariado estadual. As alterações não trazem nenhuma surpresa, como a efetivação do adjunto de Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato Fernandes, substituto de Jaime Calado dos Santos, que preside a Executiva Estadual do PROS e deve ser candidato a deputado federal.

Ex-secretário estadual de Metas de Governo e Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, vai disputar vaga na Câmara dos Deputados
É que terminou no sábado (2) o prazo para que os ministros, governadores, prefeitos e secretários de governo deixem as atuais funções. Pela legislação eleitoral, eles precisam se afastar das funções a seis meses da eleição.

Entre as mudanças está a do ex-secretário estadual de Metas de Governo e Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, que disputará vaga à Câmara dos Deputados. O posto dele passa a ser gerenciado pelo secretário estadual de Infraestrutura, Gustavo Rosado Coelho.

“Quero resgatar o mandato que o povo potiguar me confiou em 20187, com 98.075 votos, mas que foi expropriado por injunções politicas e artifícios judiciais desrespeitosos à soberania da escolha popular e à integridade do processo eleitoral”, reclamou Mineiro.

Já a pasta de Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, tem como nova titular Maria Luiza Tonelli, que era adjunta da Secretaria Estadual do Trabalho, Habitação e Ação Social (Sethas), depois da exoneração da titular Júlia Arruda Câmara, que disputará uma cadeira à Assembleia Legislativa pelo PC do B.

Também deixou o governo para disputar as eleições de deputado estadual pelo PT o ex-controlador-geral do Estado, Pedro Lopes Neto, que foi substituído por Carlos José Cerveira, que exercia cargo de auditor geral na Control.

Já na Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (Fapern) o substituto de Gilton Sampaio de Souza será Lílian Rodrigues. Ainda foi exonerada Samanda Alves, do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda, que disputará mandato federal pelo PT.

A ex-deputada estadual Márcia Maia também deixou a presidência da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN ) para disputar uma cadeira de deputada federal pelo Republicanos, que já foi ocupada por sua mãe, a falecida ex-governadora Wilma de Faria, como deputada-constituinte entre 1987 e 1988, quando se elegeu prefeita de Natal pela primeira vez.

A mudanças também afetam o secretariado da Prefeitura do Natal. Adjuto Neto deixou a Secretaria de Assistência Social e tentará uma cadeira de deputado estadual, cargo que também disputou em 201s. A substituta dele na Semtas é Ana Valda de Vasconcelos Galvão.
A delegada aposentada Sheila Freitas também pediu demissão da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) para disputar mandato à Assembleia Legislativa. Para o seu lugar foi nomeado Ney Carvalho de Melo.

Por fim, Yara dos Santos Costa saiu para disputar cargo de deputado estadual, ocupava a pasta da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, sendo substituída por Pedro Venâncio do Nascimento.