Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

RN registra maior abate de suínos em um trimestre e menor de bovinos em 17 anos


Dados constam na Pesquisa Trimestral do Abate e foram divulgados pelo IBGE na quarta-feira (16). Estado passou a marca de 4,5 mil suínos abatidos em um trimestre pela segunda vez na história.

O Rio Grande do Norte registrou entre outubro e dezembro de 2021 o abate de 4.624 suínos. Esse foi o maior registro em um trimestre feito pela Pesquisa Trimestral do Abate, que ocorre há duas décadas. Em contrapartida, o abate de bovinos em todo ano de 2021 foi o menor em 17 anos (veja mais abaixo).

O resultado dos últimos números do ano passado foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quarta-feira (16).

O recorde anterior era do trimestre que antecedia esse, quando o estado teve um abate de 3.812 suínos. O aumento foi de 21%.

De acordo com o IBGE, o resultado desse último trimestre de 2021 é considerado histórico porque foi apenas a segunda vez que o RN passou a marca de 4,5 mil abates de suínos. A única vez que isso tinha ocorrido foi em 2019.

A pesquisa ainda apontou que no Nordeste só o estado da Bahia apresentou redução para o último trimestre do ano.

Abate de suínos no RN — Foto: Divulgação/IBGE

Abate de bovinos

A pesquisa também apontou que o abate de bovinos em todo o ano de 2021 foi de 63 mil no Rio Grande do Norte.

Esse número é o menor apontado pelo IBGE desde 2004, quando foram abatidos 43 mil.

No quarto trimestre de 2021, também houve um dado negativo, com o abate de 16.950 bovinos - terceiro pior número de um trimestre em 10 anos no estado.


Abate de bovinos no RN — Foto: Divulgação/IBGE

Entram na estatística como bovinos na pesquisa do IBGE: bois, vacas, novilhos, novilhas, vitelos e vitelas.