Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

GUAMARÉ: VEREADOR DENUNCIA OS SUPER SALÁRIOS DA FAMÍLIA MIRANDA E APADRINHADOS


Vereador de oposição, Leandro Maciel Felix, (MDB) aproveitou o espaço de tempo que teve na tarde desta terça-feira, (29) e usou a tribuna daquela casa legislativa para denunciar a farra com o dinheiro público no município.

Segundo o edil, a família Miranda e seus apadrinhados, são quem detém os maiores salários pagos pelo erário público guamareense.

“O primeiro escalão do prefeito Arthur Teixeira, receberam cerca de R$ 100.304,53 (cem mil), isso mesmo, (cem mil, trezentos e quatro reais e cinquenta e três centavos). Meu Deus. De recursos públicos aqui no município de Guamaré. O portal da transparência demonstra”.

“E eu fiz um comparativo com outros anos e seus ocupantes. No ano de 2020, o secretário de articulação, senhor Roseno, ele recebia em janeiro de 2020, recebia R$ 6.051,00 (seis mil e cinquenta e um reais). Em 2022, essa mesma função o secretário de articulação que hoje é realizada pelo senhor Hélio Willamy Miranda da Fonseca, irmão do presidente desta casa, ele recebe o montante de R$ 10.450,00 (dez mil quatrocentos e cinquenta reais) por esse salário”.

“Em 2019, a secretária adjunta de saúde, Maria Valmira, recebia R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em 2022, no mesmo mês de janeiro, adjunta de saúde, senhora Daniele, Cristine, que é no caso a primeira dama do município, recebe R$ 7.600,00 (sete mil e seiscentos reais)”.

“No ano 2020, o secretário de assistência social, André Bertoldo, recebia R$ 6.515,00 (seis mil quinhentos e quinze reais), agora em janeiro de 2022, o mesmo secretário Fabrício Moraes, cunhado do ex-prefeito Hélio, recebe R$ 21.000,00 (vinte e um mil)”.

“Ministério Público. Em 2020, o secretário de esporte da Secretaria de Esporte, Larissa Maiara, esposa do presidente da câmara. Recebia R$ 6.515,97 (seis mil quinhentos e quinze reais e noventa e sete centavos). Agora em janeiro de 2022, ela recebeu R$ 14.410,00 (quatorze mil quatrocentos e dez) salários se estendem a diversos servidores públicos apadrinhados do prefeito, vejamos em 2020, a chefe de gabinete, Monalisa Cavalcante, que nem da nossa cidade é, recebia R$ 6.515,97 (seis mil quinhentos e quinze e noventa e sete centavos), agora em 2022, em janeiro, a mesma função só que uma outra pessoa a Fiuza Maria Pinto Freire, recebeu R$ 15.000,00 (quinze mil)”.

“Viva o rei. Viva o rei. Em 2020, secretário de tributação, Breno Felipe, recebia como montante de R$ 6.639,27 (seis mil seiscentos e trinta e nove e vinte e sete), agora em 2022, a mesma função, só que um outro secretário, Mário Silveira, recebeu R$ 10.285,00 (dez mil duzentas e oitenta e cinco reais)”.

Assim descreveu o vereador Leandro Maciel Felix,(MDB) apresentando documentos extraídos do portal da transparência do próprio município.