Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Tratamento de covid-19 no RN conta com mais de 400 leitos


Mais de 400 pacientes infectados com covid-19 podem ser atendidos simultaneamente pela rede estadual. Somando unidades de terapia intensiva (UTI) e leitos clínicos, a estrutura de atendimento ao público do vírus está espalhada por todo o RN, assegura a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

Cem novos leitos foram abertos em três dias, passando de 313 no dia 25 de janeiro para 418 no fim da manhã da última sexta-feira (28). De acordo com a plataforma Regula RN, desses 418, 161 leitos são críticos e 257 são clínicos. Os leitos se encontram espalhados em dez unidades de saúde, em seis municípios de cinco regiões do RN.

O Rio Grande do Norte atingiu a maior taxa de transmissibilidade da covid-19 desde que a pandemia começou, em março de 2020. Apesar da grande alta no número de casos, a letalidade da doença está controlada, graças à vacinação, que conta com o número de seis milhões de doses já aplicadas em potiguares, em todos os 167 municípios.

Números

Do público-alvo do RN que precisava tomar a vacina contra a covid, 86% das pessoas já tomaram a primeira dose. Setenta e sete por cento já tomou a D2 e 26% já complementou seu esquema vacinal com a dose de reforço.

A imunização das crianças entre cinco e onze anos, última faixa etária a iniciar o processo de vacinação, já alcançou mais de 43 mil crianças com a primeira dose.

Um estudo do Comitê de Especialistas da Sesap apontou que a comparação entre as taxas de letalidade do atual momento da pandemia no RN e a primeira onda em 2020, sem a vacinação, mostrou uma queda de 4,7 vezes nesta onda. Caso as taxas fossem iguais, 505 pessoas a mais teriam sido vítimas da Covid-19 este ano. O levantamento concluiu também que se a terceira onda estivesse ocorrendo nas mesmas condições da segunda (março a julho de 2021), quando a imunização estava longe da ideal, o total de óbitos seria de 267 pessoas a mais que o atual patamar.