Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Serviços têm maior crescimento em 10 anos no RN, diz IBGE


A variação acumulada do volume de serviços do Rio Grande do Norte em 2021 foi de 10,2% - o melhor resultado dos últimos 10 anos no estado, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o órgão, o crescimento representa a recuperação do setor, levando em conta o resultado negativo de 15,7% em 2020, durante o auge da pandemia da Covid-19.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada na quinta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Setor de serviços registrou melhor resultado dos últimos 10 anos no RN — Foto: IBGE

Por outro lado, o estudo apontou que o comércio varejista concluiu o terceiro ano sem crescimento no RN. O varejo terminou 2021 com redução de 1%.

Serviços

O acumulado dos serviços no estado foi ligeiramente abaixo do nacional (10,9%). No Nordeste, ficou atrás apenas de Alagoas (18,5%) e Pernambuco (10,4%) e foi seguido de perto por Bahia (9,8%) e Maranhão (9,7%). O estado do Piauí (3,9%) teve o resultado mais baixo da região.

Na variação mensal de dezembro, o estado potiguar teve um aumento de 1,4%, mesmo número do desempenho nacional do setor de serviços. Com isso, alcançou sua maior variação do segundo semestre, superando novembro (1,2%).

Na comparação com dezembro do ano anterior, o RN aumentou em 10,8% o seu volume de serviços. No comparativo com outros estados nordestinos, ficou atrás apenas de Ceará (14,2%) e Alagoas (14%) nesse período.

Varejo

Já no comércio varejista, o RN fechou o ano de 2021 com redução 1% no volume de vendas. Dessa forma, o setor completou três anos seguidos sem crescimento anual conforme a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE.

Comércio do Alecrim, Natal, RN — Foto: Pedro Vitorino/Cedida

Em 2020, houve uma queda de 3,2% em relação ao acumulado do ano anterior. Em 2019, o volume de vendas do comércio norte-rio-grandense permaneceu estável em comparação a 2018.

Na direção contrária, o comércio brasileiro (1,4%) acumulou alta em 2021 pelo quinto ano consecutivo.

De acordo com a comparação mensal da pesquisa, o volume de vendas potiguar cresceu 0,5% em dezembro frente a novembro de 2021. O Brasil (0,1%) ficou praticamente estável nesse período.

Varejo ampliado

Já no varejo ampliado - que inclui vendas de material de construção e veículos, motocicletas e peças - o Rio Grande do Norte foi o único estado do Nordeste com crescimento em dezembro de 2021: 2,8%. O número é um dos quatro maiores entre as dez unidades da federação com alta no mês. A média do Brasil (0,3%) ficou abaixo do desempenho do estado.

O crescimento em dezembro não foi suficiente para aumentar o acumulado do ano, que ficou em 2,3%. O acumulado do ano no Brasil (4,5%) foi superior.