Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

PF ouve jovem do RN que sugeriu em rede social envenenar Jair Bolsonaro


Presidente visita cidade de Caicó entre terça (8) e quarta-feira (9). PF informou que nenhum inquérito foi aberto e não houve busca e apreensão na casa do envolvido.

A Polícia Federal foi nesta segunda-feira (7) até a casa de um analista de sistema de 23 anos, na cidade de Caicó, no Seridó do Rio Grande do Norte, para ouvi-los após ele ter sugerido, em uma rede social, envenenar o presidente da República Jair Bolsonaro durante visita ao município entre terça (8) e quarta-feira (9).

Segundo a Polícia Federal, a equipe, com duas viaturas, fez apenas uma "entrevista" - não houve depoimento, nem busca e apreensão na casa do envolvido. Nenhum inquérito também foi aberto, de acordo com a superintendência da PF no RN.

O caso aconteceu no domingo. O analista de sistemas Bismark Victor fez um comentário em uma postagem numa rede social sobre a visita de Bolsonaro a Caicó. Na postagem, ele escreveu: "Quem será que vai fazer o serviço de colocar veneno? Faz falta alguma. É até um serviço de bem pra sociedade".

Alguém pergunta, em seguida: "É sério que você cogita envenenar o presidente da República?". Bismark responde: "Eu não cogito envenenar ele porque não tenho acesso, muito menos trabalho onde ele vai ter acesso nos lugares que ele vai pisar aqui em Caicó. Mas seria uma boa!".

O que diz a defesa do jovem

O advogado do jovem disse que ele está extremamente arrependido das postagens e não sabia a dimensão que isso iria tomar.

"Ele fez essa postagem despretensiosa. Ele pensa de forma diversa a Bolsonaro, mas não é militante partidário de nenhum partido. E fez sem proporção, motivado pelo ódio das redes sociais. Mas está extremamente arrependido", disse o advogado Navde Rafael.

"Foi um ato de infelicidade, uma brincadeira de muito mau gosto. Já está extremamente arrependido, já passou essa informação para a Polícia Federal, já tornou pública. Ele não tem folha de antecedentes criminais, é uma pessoa de bem", reforçou o advogado.

Segundo Navde Rafael, após a postagem, o jovem passou a sofrer ameaças. "Ele está sofrendo ameaças, mas já está num local seguro. E não tinha nenhuma intenção, nem possibilidade de vir a atentar contra a vida do presidente".

O advogado reforçou ainda que a abordagem da polícia foi cordial e durou entre 3 e 5 minutos. "Não teve abuso da polícia. Eles foram comedidos, explicaram a situação. Foi uma ação pedagógica até".

Visita de Bolsonaro ao RN

O presidente Jair Bolsonaro deve chegar ao Rio Grande do Norte na noite de terça-feira (8), quando desembarca em Caicó, cidade em que deve pernoitar.

Na manhã de quarta-feira (9), Bolsonaro vai até Jardim de Piranhas, acompanhado do Ministro do Desenvolvimento Regional, o potiguar Rogério Marinho, para a inauguração de um eixo do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

A inauguração desse trecho da transposição acontece às 11h no Clube Atlético de Piranhas, em Jardim de Piranhas.