Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Leandro Sena comemora "resposta imediata" do América-RN e deixa efetivação nas mãos da diretoria


Técnico interino vibra com entrega do grupo e vitória sobre o Potyguar CN em casa, e disse que "deixa a diretoria tranquila para tomar as decisões" quanto ao futuro no clube

O América-RN segue invicto sob o comando interino de Leandro Sena. Diante do Potyguar CN, na abertura do segundo turno do estadual, o Alvirrubro tratou de definir a vitória por 2 a 0 logo no primeiro tempo, na Arena das Dunas.

- A gente precisava dar uma resposta imediata jogando dentro de casa. O Potyguar é uma equipe aguerrida, que botou muita dificuldade tanto no primeiro jogo quanto nesse. A gente tinha que fazer o resultado. Os jogadores compreenderam isso e já desde o primeiro momento partiram para cima para tentar o resultado logo no primeiro tempo - falou em entrevista coletiva.

Em três jogos com Sena, são duas vitórias e um empate - justamente no clássico contra o ABC, que acabou se tornando campeão do primeiro turno com o resultado.


O técnico interino vê como normal a queda de produção na segunda etapa no triunfo sobre o Potyguar, apontando que a sequência de jogos pesou.

- A gente enfrentou uma final de turno muito pesada, com alguns desfalques, alguns jogadores que não vinham com ritmo de jogo. É natural que, a partir do momento que eles conseguiram o resultado no primeiro tempo, a equipe tenha passado a administrar um pouco mais. Todos estão de parabéns. Os jogadores estão compreendendo aquilo que a gente quer passar para eles. A batida é essa - completou.

O treinador interino também comentou as mudanças táticas realizadas, mesmo com três volantes de origem no time titular, e destacou a participação do atacante Thiaguinho, que pela segunda vez começou jogando.

- A gente pode contar com jogadores versáteis, jogadores que têm uma entrega muito boa, uma marcação forte no meio-campo e também sabem jogar com a bola no pé, casos de Araújo e Allef. O time se torna um pouco mais móvel, não fica tão travado. A gente cria algumas alternativas porque os adversários acabam estudando a gente também. Quanto a Thiaguinho, a gente apenas aproveitou o momento do menino. O menino tinha entrado nas partidas anteriores fazendo gol, dando velocidade, dando profundidade, então a gente procurou fazer o simples - disse.

Questionado sobre uma possível efetivação no comando técnico do América, Sena se mostrou sereno.

- A gente tem um diálogo muito bom tanto com o nosso presidente (Souza) quanto com o nosso diretor de futebol (Carlos Moura Dourado). Então, a confiança é muito grande e a gente está desenvolvendo o trabalho que é para ser feito. Deixa a diretoria tranquila para tomar as decisões que lhe cabe - finalizou.