Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Paralisação atinge 100% de agentes e escrivães da Polícia Civil do RN, afirma sindicato


A paralisação de agentes e escrivães da Polícia Civil desta terça-feira (25) atingiu 100% dos profissionais dessas categorias. A informação foi confirmada pela TRIBUNA DO NORTE junto ao Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol), que garantiu que os delegados continuam trabalhando normalmente para atendimento de demandas.
A categoria se reúne na tarde desta terça-feira (25) com integrantes do Gabinete Civil do Governo do Estado para apresentação dos pleitos requeridos pela categoria. De acordo com o sindicato, os policiais reivindicam a não retirada do Adicional por Tempo de Serviço (ADTS), que pode representar redução real de até 35% nos vencimentos. Já os servidores da Secretaria Estadual da Segurança Pública (Sesed) cobram a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração.

Pela manhã, integrantes das categorias estiveram na Central de Flagrantes, em Natal, onde protestaram em defesa dos pleitos reclamados. Em delegacias regionais no interior do estado, agentes e escrivães também foram convocados a cruzarem os braços. A paralisação foi aprovada em assembleia da categoria realizada na última semana.