Header Ads Widget

anigif.gif

“Dívida do Cruzeiro é muito pior do que eu imaginava”, revela Ronaldo


No último dia 18 de dezembro, Ronaldo Fenômeno surpreendeu o futebol brasileiro ao anunciar a compra do Cruzeiro. Nesta terça-feira 11, o ídolo e ex-jogador concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre os planos futuros na Raposa e revelou que a situação do clube mineiro é grave. O ex-camisa 9 da Seleção destaca que não imaginava dívidas tão altas.

“Realmente, a dívida do Cruzeiro é muito pior do que eu imaginava. Todos temos que entender que a situação do clube é muito difícil. Mas tenho certeza que, com essa gestão e com o apoio da nossa torcida, nós vamos conseguir pagar as dívidas.”

“Na nossa gestão o Cruzeiro tem que gastar somente o que arrecada. Encontramos um cenário realmente trágico, mas nós temos que cuidar e estancar. O Cruzeiro é um paciente em estado grave na UTI e nós estamos oferecendo o tratamento necessário para que saia dessa condição. Vamos buscar sanear o clube, encontrar esse equilíbrio entre receitas e custos”, finalizou Ronaldo.

Questionado sobre a saída de Fábio, um dos maiores ídolos da história do Cruzeiro, Ronaldo destacou que fez esforço para manter o jogador no clube, mas houve uma negativa por parte do goleiro. O Fenômeno ainda ressaltou que o “Cruzeiro é maior do que qualquer atleta”.

“Todo esforço que a gente podia ter feito para manter o Fábio e oferecer a ele um período para ele se despedir da torcida, foi feito. Uma pena que não chegamos a um acordo. O Cruzeiro é maior do que qualquer atleta, qualquer nome que você possa imaginar”.

“Fábio foi e sempre vai ser sempre um ídolo para o Cruzeiro e para a torcida cruzeirense. Nós, diante do cenário atual, fizemos um esforço muito grande para oferecer uma proposta decente a ele, respeitando sua história no clube, sua trajetória, e, infelizmente, durante a negociação, houve uma negativa por parte dele. Isso também nos pegou de surpresa, mas entendemos que todo o sacrifício que deveríamos ter feito, foi feito”, comentou Ronaldo.