Header Ads Widget

728x90px

Covid-19: não vacinados têm 25% mais chances de hospitalizações


Segundo estudo italiano, proteção contra a doença é mais eficaz após a terceira dose do imunizante

Um estudo divulgado pelo Instituto Superior de Saúde da Itália, órgão ligado ao governo, mostrou que as pessoas não vacinadas contra a covid-19 têm 25,6% mais chances de serem hospitalizadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A pesquisa foi feita em comparação com os cidadãos que já receberam as três doses do imunizante, sendo duas regulares e uma de reforço.

Segundo o balanço, as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como Moderna, Pfizer, AstraZeneca e Janssen, apresentam eficácia de 77,6% contra infecções até 90 dias após o ciclo primário de imunização -- duas doses. Esse número cai para 64,5% entre 91 e 120, e 41,6% depois de 120 dias. A aplicação da dose de reforço, no entanto, aumenta o percentual para 75%.

Por outro lado, a proteção desenvolvida pela vacina em casos graves de covid-19 continua alta: cerca de 95,7% para quem têm o ciclo completo em até 90 dias, 93% entre 91 e 120 dias, e de 88,8% após 120 dias. Com a dose de reforço, a chance de evitar uma forma severa da doença cresce para 97,8%. O índice de hospitalizações para esse público, portanto, fica em 0,9 a cada 100 mil habitantes.