Header Ads Widget

728x90cm-CELULAR

Após 14 anos fora do Brasil, Márcio Mossoró retorna aos gramados no RN: "Ansiedade acabou"


Meia de 38 anos fez estreia com a camisa do América-RN no empate sem gols com o Força e Luz, na quarta-feira, em Goianinha. Renatinho Potiguar diz que jogador "vai ajudar muito"

A espera acabou. Depois de uma carreira construída em 14 temporadas em Portugal, Arábia Saudita e Turquia, Márcio Mossoró retornou ao futebol brasileiro para realizar o sonho de jogar em casa, no Rio Grande do Norte. Abraçou o projeto apresentado pelo América-RN e, desde dezembro, vinha se condicionando até chegar o momento da estreia. A primeira aparição aconteceu no empate sem gols com o Força e Luz, na última quarta-feira.

O jogador de 38 anos não disputava um jogo oficial desde o dia 17 de maio de 2021 - quando atuava pelo Altay, na segunda divisão da Turquia. Após esperar a abertura da janela internacional, ele poderia ter estreado com a camisa rubra no clássico contra o ABC, no último domingo, mas, com a vitória encaminhada, o técnico Renatinho Potiguar preferiu resguardá-lo.

Diante do Força e Luz, Mossoró entrou no intervalo para tentar mudar o setor ofensivo do time rubro, mas, apesar da boa movimentação e das tentativas, não obteve sucesso e o placar não foi alterado.

- Acabei não entrando na partida contra o ABC, fiquei na expectativa e ansiedade, mas tudo tem sua hora e, aos poucos, também estou me condicionando depois de tanto tempo sem jogar. Minha última partida foi em maio do ano passado. Contra o Força e Luz, a ansiedade acabou. Acabei entrando no intervalo, pude jogar 45 minutos e me senti bem fisicamente, tecnicamente - falou.


Márcio Mossoró atua pela primeira vez no futebol do Rio Grande do Norte — Foto: Canindé Pereira/América FC

- Preciso de ritmo de jogo para melhorar cada vez mais. Foi uma estreia boa dentro do possível, dentro de tantos meses sem jogar um jogo oficial. O importante é que me senti bem, e sei que tenho muito a evoluir ainda dentro da competição - completou.

Havia uma expectativa para que Márcio Mossoró ganhasse uma oportunidade entre os titulares, mas Renatinho Potiguar preferiu manter a equipe que venceu o ABC. O comandante rubro disse que ainda é cedo pelo período que o jogador ficou longe dos gramados, mas sabe que ele tem muito a contribuir com o América no Campeonato Potiguar.

- Ele entrou bem no segundo tempo, deu uma movimentação melhor. É um jogador de qualidade. Apesar dos seus 38 anos, tem sua condição boa, mas a gente sabe do tempo que ele está parado. Mais de um ano sem jogar, né? É um atleta que vai se condicionar, vai ganhando ritmo e vai nos ajudar muito - comentou Renatinho.


Márcio Mossoró tem 38 anos; técnico Renatinho Potiguar tem 39 — Foto: Canindé Pereira/América FC

O próximo compromisso do América é contra o Potiguar de Mossoró, na quarta-feira, na Arena América. O duelo é válido pela última rodada do primeiro turno do estadual.