Header Ads Widget

anigif.gif

103 casos confirmados de covid-19 entre detentos são registrados no RN


A Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (Seap) confirmou, neste sábado (22), 103 casos de covid-19 entre os internos de nove unidades prisionais do RN. O número de casos suspeitos é maior, já que os presos das celas onde foram detectadas as infecções também foram isolados para observação. Neste domingo (23), a Seap suspendeu as visitas presenciais na Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó, o décimo estabelecimento a adotar o isolamento no Rio Grande do Norte.
A maioria dos internos, segundo dados recebidos pelas equipes de saúde, apresentam tosse, dores pelo corpo, dor de cabeça e garganta irritada, mas não relataram perda de olfato ou paladar. Alguns reclamaram de leve cansaço. O quadro de saúde em geral é estável. A Seap determinou que os presos enfermos recebam alimentação dobrada.

Os detentos comprovadamente com a covid-19 estão em celas isoladas das demais para evitar a disseminação da doença. Segundo a Seap, “a suspensão de visitas, no momento epidemiológico atual com a propagação da Ômicron e H3N2, visa garantir a segurança dos servidores, dos privados de liberdade e de seus familiares”.

Penitenciárias ‘isoladas’

A suspensão das visitas sociais atinge dez unidades prisionais. A Penitenciária Estadual de Alcaçuz e Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, ambas em Nísia Floresta; Central de Recebimento e Triagem de Parnamirim; Cadeia Pública de Ceará-Mirim; Cadeia Pública de Caraúbas; Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró; Penitenciária João Chaves Masculino, em Natal; Centro de Detenção Provisória Feminina de Parnamirim; Cadeia Pública de Nova Cruz; e Penitenciária do Seridó, em Caicó. Esta última está isolada pelo fato de os leitos de UTI do município terem atingido os 90% da capacidade total. As direções das unidades foram orientadas a manter contato com os familiares dos internos doentes para atualizar a situação de saúde de cada um.

A evolução da pandemia da covid-19 no sistema prisional do RN é acompanhada diariamente pelo Comitê de Crise da Covid da Seap. Atualmente, 30 policiais penais testaram positivo e foram afastados do trabalho.

A Seap, atendendo Portaria Conjunta Nº 01/2022 com a Sesap, determinou a apresentação do passaporte vacinal obrigatório para adentrar nas unidades prisionais e demais prédios da Administração Penitenciária.