Header Ads Widget

anigif.gif

Secretários afirmam que indiciamento da governadora tem caráter "político eleitoreiro"; assista


Em entrevista coletiva, com a presença dos secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil) e Aldemir Freire (Planejamento), do controlador-geral, Pedro Lopes e do procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho, o Governo do Estado classificou o indiciamento da governadora Fátima Bezerra pela CPI da Covid como uma ação "política eleitoreira".

Secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves: “O que querem fazer é uma condenação política e eleitoreira”

Segundo eles, o relatório só tem esse objetivo, não possui conteúdo jurídico sólido e deverá terminar em algum "arquivo-morto dos órgãos de controle. Eles explicaram que agora aguardarão o envio dos documentos para os órgãos, mas acreditam que nenhum promotor ou procurador dará seguimento ao que a CPI da Covid aprovou.

A entrevista foi transmitida pelo canal do Governo do RN no Instagram. Confira abaixo a íntegra: