Header Ads Widget

728x90px

Rogério Marinho escalado pelo Planalto para sair em defesa das críticas a Bolsonaro na Bahia


O governador da Bahia, Rui Costa (PT) lançou várias críticas ao presidente Jair Bolsonaro, sobre a ajuda após fortes chuvas terem deixado um rastro de destruição no Sul do estado. O potiguar Rogério Marinho (PL), após cerimônia, no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro defendeu Bolsonaro (PL), que está em férias em Santa Catarina. No maior estado do Nordeste, fortes chuvas já causaram 21 mortes e deixaram 77 mil pessoas desabrigadas.

“O presidente foi à Bahia no dia 2 de dezembro, assim que as coisas começaram a acontecer lá. E nós estamos lá trabalhando, não só nós, ministros, mas toda a equipe de técnicos, de profissionais, inclusive de médicos, defesa civil, forças armadas, todos fazendo o trabalho necessário para apoiar a população local. Agora, existe um problema muito sério, quando o presidente foi no início de dezembro foi criticado porque ele mandou os ministros”, relembrou Marinho, que essa semana sobrevoou as áreas atingidas na Bahia, com os titulares da Cidadania, João Roma, e da Saúde, Marcelo Queiroga.

Pré-candidato ao Senado Federal com a esperança de ter o apoio de Bolsonaro, Rogério Marinho saiu com uma frase bem focada na imprensa crítica de Bolsonaro. “Agora, se o presidente fizer qualquer ação infelizmente ele é recebido de uma forma diferente por órgãos de imprensa e por seguimentos da sociedade. Eu acho que se o presidente descobrir a cura do câncer será criticado por ter descoberto a cura do câncer”, disse o ministro Rogério Marinho.

Mossoró
Enquanto a governadora Fátima Bezerra cumpria agenda em Mossoró essa semana, o prefeito Alysson Bezerra agradecia, em release, a intermediação do ministro das Comunicações, Fábio Faria. O Ministério da Saúde liberou o montante de R$ 15 milhões para a saúde da capital do Oeste. A portaria com a liberação dos recursos foi publicada na quarta-feira 29, no Diário Oficial da União (DOU).

UERN

A deputada Isolda Dantas (PT), que foi a relatora na Comissão de Justiça do projeto de lei aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa, e o deputado George Soares (PL), relator na Comissão de Finanças, discursaram. Também participaram da solenidade o vice-governador Antenor Roberto, o prefeito Allyson Bezerra; os deputados estaduais Dr. Bernardo Amorim (MDB) e Souza Neto (PSB).

Autonomia
A conquista financeira da UERN é o mais importante ato das últimas três décadas. Em importância histórica, ela se equipara à fundação em setembro de 1968, como uma entidade municipal, à estadualização em janeiro de 1987, pelo então governador Geraldo Melo, e ao reconhecimento pelo Ministério da Educação, em junho de 1993, no Governo Itamar Franco.

Todo gás
A governadora Fátima Bezerra precisa também pensar como os colegas do Ceará, Sergipe, Alagoas, Rio de Janeiro e Santa Catarina e ingressar com uma ação judicial contra o aumento de 50% na tarifa do gás da Petrobras prevista para 1º de janeiro. Todos esses Estados acionaram a Justiça na última semana e obtiveram decisões favoráveis ao cancelamento do reajuste.