Header Ads Widget

728x90px

PT reage contra candidatura de Haroldo Azevedo a governador do RN


A informação de que o empresário Haroldo Azevedo (sem partido) assumiu que concorrerá ao governo do Estado nas Eleições Gerais de 2022, em oposição à governadora Fátima Bezerra (PT), publicada com exclusividade pelo AGORA RN, movimentou o mundo político. Haroldo Azevedo, inclusive, confirmou que está percorrendo todo o Estado, mesmo não estando ainda filiado a uma sigla partidária. Por onde passa, Haroldo faz duras críticas ao governo petista.

Diante do cenário apresentado pelo empresário, o secretário Estadual de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro (PT), disse que se trata de mais um ensaio de candidatura da oposição. “Antes dele (Haroldo), três ou quatro se apresentaram como pretendentes a líder da oposição. É um pré-candidato que se autodenomina de direita, patriota e conservador”, comentou.

Fernando Mineiro avaliou que a candidatura de Haroldo segue padrões iguais aos da disputa nacional. “Isso só confirma o que tenho dito, haverá também uma polarização em nível estadual, reproduzindo a disputa nacional. E essa polaridade será entre quem defende a democracia, avanços sociais, respeito às diferenças, modernidade progressista, gestão participativa e inovadora e os querem a volta ao passado no Estado, conservadorismo, salvadores da pátria”, declarou.

O petista admitiu que não será fácil a disputa estadual, pois o grupo que apoia o presidente Jair Bolsonaro (PL) e faz oposição à Fátima Bezerra no Rio Grande do Norte utiliza de meios escusos. “Não será uma disputa fácil porque conhecemos as armas usadas pela oposição bolsonarista. É o discurso da não política para justamente esconder um determinado modelo de exercício da política. O mesmo que está em curso no Brasil”, concluiu.

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) também comentou sobre a postura de Haroldo, afirmando que seria mais uma candidatura sem foco no Rio Grande do Norte. “A nossa professora Fátima mudou a cara do Estado. As políticas sociais agora chegam para todos. Vamos enfrentar o conservadorismo, o bolsonarismo e vamos vencer mais uma vez. O Rio Grande do Norte está no rumo certo e assim deve seguir”, frisou.