Header Ads Widget

anigif.gif

Pinacoteca do Estado é restaurada e reaberta ao público


O Governo do RN iniciou neste sábado, 04, um ciclo de reaberturas culturais. Após restauração e implantação de acessibilidade realizada pelo Governo do RN, o prédio de arquitetura neoclássica que abriga a Pinacoteca do Estado está novamente aberto ao público. Localizado na Praça Sete de Setembro, na Cidade Alta, em Natal, o espaço reúne a mais relevante produção potiguar de artes plásticas e foi recuperado com recursos de R$ 6,4 milhões por meio do Governo Cidadão e da Secretaria Estadual de Turismo (Setur), via acordo de empréstimo estatal com o Banco Mundial.

A solenidade oficial de reabertura, após quase quatro anos de o local ter sido fechado, foi realizada pela governadora Fátima Bezerra, por grande parte do secretariado, autoridades e convidados. No prédio de 150 anos, conhecido também como Palácio Potengi, por ter abrigado a sede do Governo na virada do século 20, a chefe do Poder Executivo Estadual disse que “com muita alegria, reabrimos esse equipamento tão importante à preservação da cultura potiguar”.

Restauro e acessibilidade

Agora a Pinacoteca conta com acessibilidade por meio de rampas e elevadores, banheiros adaptados, ambientes climatizados, câmeras de segurança e uma moderna estrutura para eventos com sonorização e cabeamento estruturado. Também foram feitos serviços de restauração, revestimentos, recuperação de louças, metais e acessórios, esquadrias, instalações elétricas e hidráulicas, combate a incêndio, serviços de esgoto e águas pluviais.

Ciclo de reaberturas

“Quando assumimos esta gestão, a obra da Pinacoteca estava apenas 3,34% executada. Seguimos a orientação da governadora de priorizar o andamento do serviço e, neste mês de dezembro, estamos devolvendo a população os prédios culturais mais importantes do estado”, destacou o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, referindo-se, ainda, à Biblioteca Câmara Cascudo, Forte dos Reis Magos e Teatro Alberto Maranhão, previstos para serem entregues neste mês.

Por meio do Governo Cidadão, o Estado já entregou à população em 2021 a restauração e ampliação da escola de dança do TAM (EDTAM -R$ 1,9 milhão) e a reforma do Espaço cultural João Paulo II (Papódromo - R$ 11 milhões), ambos já em atividade.

Funcionamento

Gestora de todos estes espaços, a Fundação José Augusto (FJA) abriu, na Pinacoteca, uma mostra do acervo próprio do Governo do Estado composta por 60 obras de artistas históricos como Newton Navarro, Maria do Santíssimo, Abraham Palatinik, Dorian Gray Caldas e Zaíra Caldas.

O Diretor da FJA Crispiniano Neto afirma que “a Pinacoteca está sendo entregue à classe artística e à sociedade com espaços totalmente renovados, aberta para a exposição dos nossos talentos e como guardiã do acervo histórico das artes visuais do Rio Grande do Norte."

A Coordenação da Pinacoteca ficará a cargo do professor e artista plástico João Natal. O acervo da Pinacoteca estará aberto ao público, de terça a domingo, das 8h às 16h30, na Praça 7 de Setembro, no centro da capital.

Sobre a Pinacoteca

Por meio do acervo composto por 580 obras, a Pinacoteca traça uma panorâmica da pintura no Rio Grande do Norte com nomes como Thomé, Newton Navarro, Tarsila do Amaral e Dorian Gray, incluindo exemplares de Alfredo Volpi, Cícero Dias, Fayga Ostrower, Maria do Santíssimo, Moura Rabello e Hostílio Dantas. A escultura do Budha de Laos, feita no século XII em chumbo e banhada a ouro, é uma das peças mais célebres do acervo.

Seu prédio é considerado a edificação com a maior expressão da arquitetura neoclássica em Natal. Construído entre 1866 e 1873, o local abrigou a Assembleia Legislativa e a Tesouraria Provincial. O imóvel é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e, por isso, requer restauro especializado e serviços mais detalhados.

O evento de reabertura do equipamento cultural conta, ainda, com shows das bandas Skarimbó, Luísa e os Alquimistas e Cordel do Fogo Encantado, apresentados em um palco montado nas proximidades, programados para a tarde deste sábado.

Participaram do evento, além dos já citados, os secretários de Estado Julia Arruda (Semjidh) Iris Oliveira (Sethas), João Maria Cavalcanti (Semarh), Daniel Cabral (Comunicação), Guilherme Saldanha (SAPE), Gustavo Coelho (SIN), Aldemir Freire (Seplan), Marcia Gurgel (Adjunta da SEEC), Socorro Batista (Adjunta do GAC) e Wanessa Fialho (subsecretária de Mulheres/ Semjidh), além do presidente da Fundase, Herculano Campos; e da presidente da Potigás, Larissa Dantas.

O diretor-geral do DER, Manoel Marques; o diretor da FJA, Fábio Lima; o Procurador-Geral do Estado, Luiz Antônio Marinho e o adjunto, José Duarte Santana; a coordenadora do Proarte, Graça Leal; a diretora da escola de dança do teatro Alberto Maranhão, Wanie Rose; e os coordenadores da FJA Ronaldo Costa (teatros) e Ailton Medeiros (Livro e Bibliotecas) também estiveram presentes.

Demais participantes: a deputada estadual Isolda Dantas; a vereadora Divaneide Basílio; o superintendente da Band Natal, Carlo Bastos; o diretor regional na SENAC-RN, Fernando Virgílio; o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Iaperi Araújo; o juiz Cícero Macedo, conselheiro de Cultura; a superintendente do Iphan, Ilana de Castro; Pedro Brito (OAB/RN) e o diretor do IFRN, Aires Nogueira.

O presidente da Funcarte, Dácio Galvão, representou a Prefeitura de Natal; a professora Leide Câmara representou a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras junto com o vice-presidente, Jurandir Navarro. Artistas, produtores culturais e outros trabalhadores da área cultural também participaram.