Header Ads Widget

anigif.gif

Governo recebe pleitos do setor salineiro do RN


O Governo do Estado recebeu nesta quarta-feira (08) produtores e representantes sindicais da indústria salineira do Rio Grande do Norte para discutir assuntos relacionados à substituição tributária incidente sobre as operações de transporte de sal marinho e do aperfeiçoamento do sistema. A reunião, intermediada pelo presidente da Federação das Indústrias (Fiern), Amaro Sales, foi conduzida pelo chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves e pelo secretário adjunto da Tributação, Álvaro Luiz Bezerra.

Representando a governadora que cumpria agenda em Ceará-Mirim e estava impossibilitada de participar da reunião, Raimundo Alves destacou a luta e o compromisso de Fátima em defesa da salicultura potiguar desde os tempos em que exerceu mandatos parlamentares. O setor gera 15 mil empregos diretos e cerca de 50 mil indiretos, segundo estimativa do Sindicato das Indústrias de Extração do Sal (Siesal/RN). A produção é de 6 mil toneladas/ano. É o produto mais antigo de nossa pauta de exportações.

Amaro Sales elogiou a política de diálogo do governo da professora Fátima Bezerra com os vários segmentos da sociedade, citando como exemplo da importância do diálogo e da transparência das ações, as medidas adotadas durante a pandemia da covid-19, um dos períodos mais críticos para a economia potiguar. "Desde sua posse, a Federação das Indústrias tem um canal aberto com o Governo do Estado. "Aproveitamos para agradecer, mais uma vez, ao governo por discutir uma agenda importante da indústria para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte."

O adjunto Álvaro Bezerra disse que o Fisco do RN vem se modernizando para promover justiça fiscal, lamentou o fechamento dos postos de fiscalização na gestão passada e adiantou que em março do próximo ano o posto fiscal de Caraú será reaberto, "com uma estrutura moderna de fiscalização."

Pelo governo, também participaram da reunião, o coordenador de fiscalização da Secretaria de Tributação, Rodrigo Otávio e o assessor técnico, Neil Armstrong. Pelo setor salineiro, Airton Torres, presidente do Sindicato das Indústrias de Extração do Sal (Siesal/RN), Maria da Conceição Praxedes, presidenta do Sindicato da Indústria de Moagem e Refino de Sal (Simorsal), e os empresários Alana Carvalho (Refimosal), Antônio Veras (CIMSAL), Renata Seixas (Salina Diamante Branco) e o chefe de gabinete da Fiern, Hélder Maranhão.