Header Ads Widget

anigif.gif

Árbitro potiguar é indicado para o quadro internacional da Fifa: "Anos de abdicação e estudo"


Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro, de 35 anos, vai atuar como árbitro assistente de vídeo (VAR) em jogos internacionais a partir de 2022


O árbitro potiguar Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro agora é Fifa. Ele foi um dos indicados pela Confederação Brasileira de Futebol para atuar como árbitro assistente de vídeo (VAR) em jogos internacionais a partir de 2022.

- Estamos muito felizes com essa promoção. É uma conquista depois de longos anos de abdicação, de muito treinamento, muito estudo, dedicados ao futebol e à arbitragem, sempre levando o nome do Rio Grande do Norte, desbravando o Brasil. Agora, terei a grande oportunidade de poder representar o futebol do nosso estado em outras fronteiras - comemorou o árbitro de 35 anos.

Pablo é o único nordestino na lista de 17 árbitros assistentes de vídeo apresentados pela CBF para reforçar o quadro da maior entidade do futebol no mundo.


Formado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o árbitro fez o curso de arbitragem da Federação Norte-rio-grandense de Futebol em 2007 e começou a apitar em partidas das categorias de base em 2008. Pablo Ramon passou a fazer parte dos quadros da CBF em 2011.

Com a indicação, Pablo repete o feito do assistente Milton Otaviano dos Santos, que, até então, era o único potiguar a ter o escudo Fifa. Milton morreu em 2018.

- Para mim é um grande orgulho ser o segundo nome do Rio Grande do Norte a ostentar esse escudo do quadro internacional da Fifa, depois do saudoso Milton Otaviano. Fiz o curso de arbitragem em 2007, e ele era o nosso professor - enfatizou em entrevista à TV FNF.