Header Ads Widget

728x90px

“A intenção dos bolsonaristas é desgastar o governo e usar os caixões dos mortos pela Covid-19 como palanque”, diz Isolda, sobre relatório paralelo da CPI


“O desfecho dessa CPI é uma piada. Desde seu nascedouro, era essa a intenção dos bolsonaristas: tentar desgastar o governo que está reconstruindo o RN e se auto promoverem para as eleições de 2022. Para eles, os caixões dos mortos pela Covid-19 sempre foram palanque”, afirmou a deputada estadual Isolda Dantas (PT), após o presidente da CPI da Covid na Assembleia Legislativa, deputado Kelps Lima (SDD), apresentar relatório paralelo ao do relator, deputado Francisco do PT, pedindo o indiciamento da governadora Fátima Bezerra (PT), do governador da Bahia, Rui Costa, Carlos Gabas e Edinho Silva (PT), do secretário de Saúde do Estado Cipriano Maia e de servidores públicos e empresários.

Segundo Isolda, em entrevista ao jornal AGORA RN, nesta sexta-feira 17, não há nada de ilegalidade, irregularidade, mau uso ou de desvio de dinheiro público comprovado na comissão, “o que há é um desespero eleitoral por parte de uma oposição que, até hoje, não encontrou candidato capaz de enfrentar a governadora Fátima Bezerra nas urnas. Fora disso, apenas a tentativa de autopromoção de um deputado (Kelps Lima) de reputação duvidosa”, apontou.

“A única irregularidade que vi nessa CPI da Covid foi o uso indevido e ilegal de informações sigilosas, por parte do parlamentar que a presidiu. A conduta desses deputados bolsonaristas envergonha a Assembleia Legislativa. É repugnante, mas não será capaz de manchar a história e a trajetória da governadora professora Fátima Bezerra”, enfatizou Isolda.

O deputado estadual Hermano Morais (PSB), destacou que a proposta apresentada por Kelps Lima foi além dos resultados obtidos e deixou claro, “um cunho de ordem política, ainda mais nesse período que anteveem um período eleitoral”, explicou.

“Eu respeito o trabalho dos colegas que compuseram a comissão, mas entendo que essa proposta, apresentada e encaminhada de forma alternativa ao trabalho feito pelo relator, não corresponde à realidade dos fatos. Então, esse posicionamento do deputado Kelps destoou da visão do relator, que estava com a responsabilidade de fazer esse relato”, destacou Hermano.

Segundo Hermano, Kelps Lima não era o relator da comissão, mas que, ao final, apresentou um parecer alternativo diferente do que propôs Francisco do PT, que desde o início, ficou incumbido de construir o documento.

O presidente da CPI, indiciou a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), pela transferência de recursos públicos ao Consórcio Nordeste sem prévia existência de contrato de rateio, na compra malsucedida dos respiradores e o secretário de Saúde pública, Cipriano Maia e outras 10 pessoas.

O deputado considera essa decisão “injusta” e “equivocada” e explica que a sociedade está atenta aos fatos e, na hora certa, saberá diferenciar e fazer o juízo correto dos fatos, então, tenho percebo e ouvindo muitos comentários de que essa conclusão é “equivocada”.

Surpresa e estranhamento

Em entrevista a nossa equipe de reportagem, o relator da CPI, Francisco do PT, disse que recebeu com surpresa e estranhamento as razões para o pedido de indiciamento da governadora.

“Os argumentos são frágeis e não encontram respaldo nem nas oitivas que realizamos, muito menos nos documentos analisados. Só posso avaliar como uma peça de marketing com o intuito político e eleitoral, visando promover desgaste do governo e atender interesses maiores da esfera federal, que o tempo inteiro fomentou esta CPI. A tese do pedido de indiciamento da governadora baseou-se tão somente em suposições dos autores do voto divergente. Não apontam uma prova sequer para justificar os argumentos”, desabafou.

O deputado Jacó Jácome (PSD), argumentou que desde o início, o caráter da CPI estava delineado, “ela seria eleitoreira e com um foco único de promoção pessoal, para isso, usaram indevidamente o PSD e me suspenderam de qualquer discussão sobre esse assunto. Me parece que agora ficou ainda mais claro, então vamos aguardar os próximos passos”, concluiu.