PUBLICIDADE

728x90px

Guamaré: Justiça marca diplomação dos eleitos


A juíza Cristiany Maria de Vasconcelos Batista, titular da 30ª Zona Eleitoral, responsável pela eleição suplementar em Guamaré, marcou para às 15 horas do próximo dia 30, através de videoconferência, a diplomação do prefeito eleito Arthur Teixeira (PSB), e de sua vice Eliane Guedes de Melo Carmo (MDB). O mandato da chapa vencedora encerra em 31 de dezembro de 2024.

De acordo com os dados totalizados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN), dos 14.532 eleitores que estavam aptos a votar, 11.821 (81,34%) compareceram às urnas e 2.711 (18,66%) não votaram. Os votos em branco somaram 120 (1,01%) e nulos 281 (2,38%). O candidato Arthur Henrique da Fonseca Teixeira, da coligação Confiança Renovada (MDB/PSB) teve 6.984 votos (61,16%), sendo eleito prefeito da cidade; e o candidato Gustavo Henrique Miranda Santiago, do Solidariedade, recebeu 4.436 votos (38,84%). A eleição suplementar aconteceu em 7 de novembro.

Cidade milionária

O novo prefeito vai administrar uma cidade com população estimada pelo IBGE em 2021 de 16.261 mil habitantes, sendo 22,2% da população, segundo o IBGE, formada por servidores públicos municipais. Ainda pelos dados do IBGE, o PIB gira em torno de R$ 90,6 mil. O município tem uma receita superior a R$ 20 milhões por mês. Pelos dados do Portal da Transparência, a receita acumulada até outubro de 2021 foi de R$ 202,9 milhões. Já o IDH é um fiasco. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD Brasil), o índice de Guamaré é 0,626.

A cidade de Guamaré vive uma incógnita. O município configura em segundo lugar no Estado, e 86ª entre os 5.570 municípios do país quando o assunto é PIB per capita. Agora, em relação ao IDH – que é o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), uma medida resumida do progresso a longo prazo em três dimensões básicas do desenvolvimento humano: renda, educação e saúde -, a cidade ‘rica’ amarga a 3.561ª colocação.

A riqueza vem da extração e refino de petróleo. Guamaré tem a refinaria Clara Camarão. Outro ponto importante é o crescimento da energia eólica. Mas, os dados atestam que esta riqueza chega para poucos, a maior parte da população vive à margem desta riqueza.

No pleito de 14 de novembro de 2020 o candidato vencedor Hélio Willamy Miranda da Fonseca (tio de Arthur) obteve 6.347 votos no total, equivalente a 50,44% ao final da apuração. Porém, o registro de candidatura foi cassado pela Justiça.