PUBLICIDADE

728x90px

Polícia Federal prende na Grande Natal português procurado pela Interpol


Homem se passava por representante de um banco suíço para aliciar empresários de sucesso e pessoas com alto poder aquisitivo em Portugal, onde foi condenado a mais de 3 anos de prisão.


A Polícia Federal prendeu na manhã desta segunda-feira (23) no município de Parnamirim, na Grande Natal, um português de 48 anos que era procurado pela Interpol.

Havia contra o homem um mandado de prisão preventiva para extradição, que foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi encontrado em casa e não reagiu à prisão.

De acordo com a Polícia Federal, ele estava foragido no Brasil há mais de um ano. Ele foi condenado pela justiça portuguesa a 3 anos e 2 meses de prisão pelo crime de burla qualificada, cujo delito é semelhante ao estelionato no Brasil.

A sentença judicial aponta que o envolvido se passava por representante de um banco suíço para aliciar empresários de sucesso e pessoas com alto poder aquisitivo em Portugal. Assim, se apropriava de elevadas quantias à custa do patrimônio alheio.

O português está custodiado na Superintendência da Polícia Federal e aguarda os trâmites do processo de extradição.

Segundo a PF, esse foi o terceiro procurado pela Interpol preso na Grande Natal neste ano.