PUBLICIDADE

728x90px

Mortes por Covid caem pela metade em julho no RN; 87 municípios não registram óbitos


Mês termina com 325 óbitos de acordo com levantamento de junho, foram 656 óbitos.


As mortes por Covid caíram pela metade no mês de julho no Rio Grande do Norte na comparação com o mês de junho. Ao todo, o mês registrou 325 óbitos. Em junho, foram 656.

O levantamento é do G1 e da Inter TV Cabugi através de dados colhidos nos boletins epidemiológicos divulgados diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Segundo a secretaria, algumas das mortes contabilizadas nos boletins não acontecem necessariamente nos dias em que são registradas. A pasta considera a queda entre os meses de 67%.

Mortes e casos de Covid nas cidades do Rio Grande do Norte

Esse é o terceiro mês de queda das mortes no estado. Depois de atingir os picos em março e abril, com 922 e 953 mortes, os meses seguintes tiveram quedas nos óbitos, começando por maio, com 656 (veja o gráfico abaixo).
Mortes por mês por Covid-19 no RN
Registros de óbitos mensais no estado
Mortes por Covid-192256562582587517517677675085081491498686111111305305292292300300922922953953656656652652325325MarçoAbrilMaioJunhoJulhoAgostoSetembroOutubroNovembroDezembroJaneiro (2021)Fevereiro (2021)Março (2021)Abril (2021)Maio (2021)Junho (2021)Julho (2021)010002505007501250
Fonte: Sesap

Apesar da queda, o número de mortes em julho ainda é o oitavo maior nos 17 meses de pandemia completados. O número está acima, por exemplo, dos dados entre setembro de 2020 e fevereiro deste ano, quando o máximo foi de 305.

O número de casos também caiu entre junho e julho: de 71.739 para 19.500.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), a redução do quadro pandêmico no RN acontece graças às medidas de enfrentamento à Covid adotadas, atreladas ao avanço da vacinação.

"Esse resultado é reflexo do reforço das ações de vigilância em saúde com medidas restritivas regionalizadas, ampliação da cobertura vacinal e qualificação da oferta assistencial nas unidades de referência, que tiveram importante queda na mortalidade por Covid”, disse a secretária-adjunta de Saúde, Maura Sobreira.

Segundo dados do Regula RN, a taxa de ocupação de leitos críticos por Covid nesta quarta-feira (4) é de cerca de 37%. Durante a tarde, não havia nenhum paciente aguardando por vaga em leitos Covid.

Há exato um mês, o estado registrava aproximadamente 58% de ocupação em leitos críticos. Em 4 de junho, um dos momentos mais críticos da pandemia este ano, a taxa de ocupação estava em torno de 95%.

87 municípios não registram mortes

No último mês de julho, 87 cidades do Rio Grande do Norte não registraram óbitos por Covid-19. O número representa mais da metade dos 167 municípios potiguares.

Bento Fernandes;
Breijinho;
Caiçara do Vento;
Campo Redondo;
Governador Dix Sept Rosado;
Jaçanã;
Lagoa de Pedras;
Rio do Fogo;
São Miguel do Gostoso;
Serrinha; Touros;
Afonso Bezerra;
Água Nova;
Almino Afonso;
Bodó;
Caiçara do Norte;
Coronel Ezequiel;
Coronel João Pessoa;
Cruzeta;
Equador;
Espírito Santo;
Felipe Guerra;
Fernando Pedroza;
Galinhos;
Goianinha;
Guamaré;
Ielmo Marinho;
Ipanguaçu;
Ipueira;
Itajá;
Itau;
Janduís;
Boa Saúde (Januário Cicco);
Japi;
Jardmim de Angicos;
Jardim do Seridó;
João Dias;
Jundiá;
Lagoa D´Anta;
Lagoa de Velhos;
Lagoa Salgada;
Lajes;
Lajes Pintadas;
Maxaranguape;
Monte Alegre;
Monte das Gameleiras;
Olho d´Água dos Borges;
Ouro Branco;
Paraná;
Parazinho;
Parelhas;
Passa e Fica;
Passagem;
Pedra Preta;
Pedro Avelino;
Pedro Velho;
Rafael Fernandes;
Rafael Godeiro;
Riacho da Cruz;
Riacho de Santana;
Riachuelo;
Santa Maria;
Santana do Matos;
São Bento do Norte;
São Bento do Trairi;
São Francisco;
São Pedro;
São Rafael;
São Tomé;
São Vicente;
Senador Georgino Avelino;
Serra de São Bento;
Serra do Mel;
Taboleiro Grande;
Taipu;
Tenente Ananias;
Tenente Laurentino Cruz;
Tibau;
Tibau do Sul;
Timbauba dos Batistas;
Touros;
Triunfo Potiguar;
Upanema;
Venha Ver;
Vera Cruz;
Viçosa;
Vila Flor

De acordo com o indicador composto mais recente, que monitora os índices da pandemia no RN, entre 27 de julho e 2 de agosto, 28,1% dos municípios potiguares apresentaram uma melhora, 64,1% tiveram estabilidade e 7,8% registraram uma piora no quadro.

De acordo com o boletim epidemiológico, apenas Bodó não registrou mortes durante a pandemia.

Evolução das mortes

De acordo com a Sesap, o RN tem mais de 360 mil casos confirmados de Covid desde o início da pandemia e mais de 7,1 mil mortes. Veja a evolução dos óbitos.

A primeira morte por Covid-19 no Rio Grande do Norte foi registrada no dia 28 de março.
O estado ultrapassou à marca das 1 mil mortes por Covid-19 no dia 30 de junho.
Em 11 de agosto, o estado ultrapassava as 2 mil mortes pela doença.
Em 3 de janeiro, o RN chegou às 3 mil mortes por Covid-19.
O estado passou das 4 mil mortes no dia 17 de março.
No último dia 15 de abril, o estado chegou às 5 mil mortes.
Em 24 de maio, 2021 ultrapassou 2020 no número de mortes confirmadas.
Em 25 de maio, o estado ultrapassou as 6 mil mortes.
Em 19 de julho, o estado chegou a 7 mil mortes.

Esquema vacinal

De acordo com dados do RN + Vacina, cerca de 1,6 milhão de potiguares receberam pelo menos uma dose da vacina contra Covid. Outras 600 mil pessoas completaram o esquema vacinal no estado, o que corresponde a 23% da população apta à vacinação atualmente.

O RN já recebeu mais de 2,7 milhões de doses de imunizantes contra Covid-19, e mais de 2,2 milhões já foram administradas pelas salas de vacinação em todo estado.

A Sesap alerta ainda que mais de 40 mil pessoas que tomaram a primeira dose estão com a segunda atrasada.

Reversão dos leitos Covid

Em julho, o Governo do RN deu início a um processo de transformação dos leitos UTI Covid para tratamentos de outras doenças nos hospitais do estado.


Nesta semana, 27 leitos estão sendo revertidos nos municípios de Santo Antônio, Apodi, João Câmara, São Paulo do Potengi e Pau dos Ferros.

Atualmente, o estado conta com 656 leitos destinados à pacientes acometidos pela Covid, sendo 317 leitos críticos e 339 leitos clínicos, segundo a Sesap.