PUBLICIDADE

728x90px

Justiça nega habeas corpus e mantém DJ Ivis na cadeia


Cantor é acusado de violência doméstica por ter agredido a ex-mulher Pamella Holanda

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, nesta 6ª feira (6.ago), um pedido de habeas corpus e manteve a prisão preventiva do DJ Ivis. O cantor é acusado de violência doméstica por ter agredido a ex-mulher Pamella Holanda.

DJ Ivis está preso desde 14 de julho. Segundo a denúncia do Ministério Público do Ceará, a polícia esteve na casa do casal em 2 de julho. Pamella disse que o cantor a trancou em um quarto e a espancou. Além disso, a teria ameaçado de morte com uma faca. O caso ganhou repercussão nacional quando Pamella publicou imagens das agressões nas redes sociais.

A defesa de Ivis já havia pedido a revogação da prisão preventiva ou a substituição por medidas cautelares em 16 de julho. O habeas corpus, contudo, foi negado pelo Tribunal de Justiça do Ceará.