PUBLICIDADE

728x90px

Governadora entrega nova etapa de obras do Distrito de Irrigação do Baixo Açu


Principal polo de desenvolvimento econômico da fruticultura potiguar, o Distrito de Irrigação do Baixo Açu (Diba) passou por um processo de recuperação da infraestrutura de uso comum promovido pelo Governo do RN. Nesta sexta-feira (06), a governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto foram ao perímetro irrigado localizado na região do Vale do Açu, entre os municípios de Afonso Bezerra e Alto do Rodrigues, para entregar a segunda fase da 1ª etapa das obras, compostas por 21 quilômetros de canal de irrigação, rede elétrica e estação de bombeamento que foram renovados. O benefício era esperado há cerca de duas décadas. A área total irrigada passará de 2,7 mil para 5,7 mil hectares – mais que o dobro da atual.

A ação de caráter estruturante executada a partir do Projeto Governo Cidadão e da Secretaria Estadual da Agricultura da Pecuária e da Pesca (Sape) recebeu R$ 8,3 milhões, via empréstimo estadual com o Banco Mundial.

“Sabemos que esta obra é muito importante para desenvolver economicamente toda a região do Vale do Açu, onde gera emprego, e também é de grande interesse social, porque amplia o abastecimento de água para o povo daqui. Isto não é um favor, estamos cumprindo nossa obrigação de Governo”, disse Fátima Bezerra, ao destacar os benefícios trazido à região.

Titular da Sape, Guilherme Saldanha reforçou a fala da governadora. “É um fato histórico estarmos concluindo estes canais e a rede elétrica do Distrito, dobrando a capacidade produtiva e de geração de ocupação e renda na região. A ação se torna maior porque estamos em um momento de dificuldade no cenário econômico e, mesmo assim, temos mais esta ação do Governo e da SAPE que viabiliza a manutenção das populações no campo, dando condições de trabalho e produção dignas. Faz 25 anos que eu esperava apertar aquele botão de bombeamento, o que fiz com a governadora, hoje”.

Na ocasião, a Sape anunciou o edital para licitação de 9 lotes empresariais e processo de seleção para 300 hectares, destinados a agricultores familiares, a ser lançado ainda neste mês de agosto. "A história está sendo recontada e com a participação dos trabalhadores, pela primeira vez na história do Rio Grande do Norte", completou Hildebrando Andrade, coordenador estadual do MST.


Segundo Nuilson Pinto, presidente do Diba, a expectativa com a entrega dos benefícios desta sexta-feira é de geração de 6 mil empregos diretos atuando na produção de 90 mil toneladas de alimentos e faturamento anual em torno de R$ 120 milhões. “Estou há mais de 20 anos neste projeto e, agora sim, vejo novas perspectivas, inclusive para captação de novos investidores na região.”

Para o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima, "temos um governo que está, pela primeira vez no Rio Grande do Norte, dando à agricultura familiar a devida importância".

Obras complementares

Da parte do Projeto Governo Cidadão, o apoio ao Diba continuará por meio da realização de obras complementares no valor de R$ 1,5 milhão em melhorias desta 1ª etapa, finalizando os investimentos totais em R$ 9,8 milhões. Estas obras complementares aguardam autorização do Banco Mundial para que seja iniciado processo de licitação. Serão serviços de manutenção preventiva, como a restauração da principal estação de bombeamento, onde se inicia a captação de água do rio, e restauração das piscinas – reservatórios ao longo do canal que servem a lotes próximos.

“Temos aqui um verdadeiro oásis, no qual sabemos que nossos investimentos terão retorno direto às populações da região, promovendo o desenvolvimento sustentável, uma das bases de atuação do Projeto Governo Cidadão”, lembrou o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro. Os benefícios entregues nesta sexta-feira (6) estavam 71% executados em dezembro de 2018.

Nesta atual gestão estadual, o Governo Cidadão iniciou, ainda em Alto do Rodrigues, onde se localiza parte do Diba, investimentos em 8 Subprojetos de Iniciativas de Negócios Sustentáveis de Inclusão Produtiva, totalizando R$ 4,4 milhões em ações já concluídas. Somando à restauração do Diba, somente por meio do Governo Cidadão, o Governo do Estado investe neste município R$ 14 milhões em 11 ações.

O evento desta sexta-feira contou com a participação dos secretários de Estado Aldemir Freire (Seplan), Jaime Calado (Sedec), João Maria Cavalcanti e o adjunto Carlos Nobre (Semarh). Representando órgãos de Governo também estavam os diretores César Oliveira (Emater), Rodrigo Maranhão (Emparn), Mário Manso (Idiarn), Leon Aguiar (Idema), Crispiniano Neto (Fundação José Augusto), Auricelio Costa (Igarn), Márcia Maia (AGN) e Inês Almeida (assessora do Gabinete Civil). O senador Jean Paul Prates, a deputada estadual Isolda Dantas, o deputado estadual George Soares, os prefeitos Nickson Baracho (Alto do Rodrigues), Gustavo Soares (Assu), Reno Marinho (São Rafael), Miguel Pinheiros (Angicos), Marineide Diniz (Carnaubais), Valderedo Bertoldo (Ipanguaçu) Alaor Ferreira (Itajá), Flaudivan Martins (Pendências), Francisco Faustino (Porto do Mangue), José Alexandre (Pedro Avelino) e José Antônio (Macau). O mandato da deputada federal Natália Bonavides e órgãos como Sebrae, Faern e Senar enviaram representantes.