PUBLICIDADE

728x90px

Em visita ao RN, Lula é recebido por políticos e recebe título de Cidadão Natalense


Evento contou com presença de artistas, políticos locais alinhados à esquerda e representantes do MST

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi recebido em Natal na tarde desta terça-feira 24 por cerca de 400 artistas e participantes de movimentos sociais no hotel Holliday Inn. O evento contou com a presença de vários políticos do PT e alinhados à esquerda. 

Estiveram presentes a governadora do RN Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto, o senador Jean Paul Prates, o secretário Fernando Mineiro, a deputada estadual Isolda Dantas, a deputada federal Natália Bonavides, além de vereadores da capital potiguar como Brisa Bracchi, Divaneide Basílio, Pedro Gorki e Margareth Régia. 

Representantes do Movimento Sem Terra (MST) falaram sobre a busca por moradia digna e defenderam as atuações do governo estadual em defesa da regularização fundiária. 

Artistas também estiveram presentes e fizeram algumas apresentações. A atriz potiguar Titina Medeiros falou representando a classe. “Me sinto honrada por, no Dia do Artista, estar aqui representando milhares de amigos do RN. Lula, você foi um sonho construído no berço da minha família. Antes do seu governo, nós não sabíamos o que era edital público. Você acreditou na arte do Nordeste e agora não precisamos ir pra o Rio de Janeiro nem São Paulo para trabalhar”. O cantor Pedro Mendes apresentou uma canção em homenagem ao petista. 

Lula recebeu o título de Cidadão Natalense das mãos do ex-vereador Fernando Lucerepna e dos demais parlamentares da cidade. Também foi homenageado com o título de Cidadão Carnaubaense, pelas mãos do ex-vereador de Carnaubais Nicolau Cavalcanti Dantas. 

A deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, convocou manifestações pacíficas para o próximo dia 7 de setembro, quando estão marcados atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “A rua não é dos golpistas. A rua é dos militantes. No 7 de setembro, vamos para a rua defender a democracia. Que o povo tire Bolsonaro pelo impeachment ou pelo processo eleitoral. Pegue a sua bandeira e vamos ocupar a rua. O Brasil tem dono e é o povo brasileiro”, afirmou. 

Ao ouvir comentários do público contrário ao governo federal, Fátima Bezerra demonstrou confiança nas eleições de 2022. “Lula vai voltar a ser presidente e essa história de autoritarismo vai acabar. Agradeço a Lula porque cada vez que a gente chega junto, a gente aprende mais”, pontuou. 

“Sabemos a perseguição que Lula passou. Nós sofremos com ele e sabemos qual foi o resultado disso: o País mergulhado nos tempos de maior obscurantismo e conservadorismo, mas a militância nunca abandonou Lula. Nunca estaremos sós”, frisou a governadora do Estado. 

No começo do discurso, Lula chorou ao ouvir Lula Lá. “Essa música permitiu que a gente fizesse a campanha mais emocionante da história desse País. Quase 35 anos e eu continuo me emocionando com ela”. 

“Natal sempre foi um incentivo porque eu sabia que aqui tinha uma militância que queria eleger alguém da esquerda. Portanto, vocês fazem parte de tudo que aconteceu de bom na minha vida. O que aconteceu de ruim foi erro meu. Hoje é dia 24 de agosto, dia em que Getúlio Vargas deu um tiro no próprio coração. Esse homem foi tão grande que tirou o povo da semiescravidão. Em 1939, criou o salário mínimo. Eu lembrei de falar dele porque ele foi um cara que fez um esforço imenso para que a gente construísse a Petrobras. O RN começou a fazer a exploração do petróleo em terra. Agora, estão vendendo tudo”.