PUBLICIDADE

728x90px

Com apoio do Governo do RN, Rally dos Sertões realiza primeira largada no NE


Eleita diversas vezes como uma das praias mais bonitas do mundo, a praia da Pipa/RN, no município de Tibau do Sul, foi o cenário escolhido para a largada da 29ª edição do Rally dos Sertões, considerado o maior rally das Américas, cuja sede - denominada Vila dos Sertões - foi montada na estrada costeira que liga Tibau a Pipa. A governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto participaram nesta sexta-feira (13) da Largada Promocional da competição, que é o desfile dos automóveis e competidores no qual, um a um, são chamados na Rampa para fazer fotos e falar sobre as expectativas."A Largada do Rally dos Sertões, que é a maior competição off-road das Américas, aqui no RN teve o apoio do Governo do Estado pela sua importância na repercussão das imagens do nosso estado, a partir do município de Tibau do Sul, com a bela praia da Pipa e também na 1ª etapa, cujo corredor será nosso querido Seridó, onde temos o bioma da caatinga que cobre mais de 90% do território do Rio Grande do Norte", enfatizou a chefe do Executivo Estadual, que é uma sertaneja nata, natural de Nova Palmeira, Seridó paraibano.

A ação do Governo do RN vem para contribuir de forma segura na retomada do turismo e da economia do Estado. O vice-governador Antenor Roberto destacou a importante ação de promoção do turismo, bem como o viés social do evento. "É um momento que o estado também vai ser interiorizado, porque nessa passagem do Sertões, vai ser a oportunidade de se conhecer as nossas riquezas, a nossa culinária, o nosso artesanato e também os hábitos e o acolhimento do nosso povo", afirmou.

O Rally dos Sertões é reconhecido por deixar uma marca por onde passa, como é o caso da ação Startup social, que já alcançou mais de 70 cidades do RN com a telessaúde, oferecendo atendimento gratuito em mais de 30 especialidades. Em Tibau do Sul, mais de 400 crianças foram triadas para atendimento oftalmológico e odontológico para o Sertões. As ações foram realizadas nos dias 11 e 12 (quarta e quinta).

Na visão da secretária de estado do Turismo, Ana Maria Costa, sediar a largada foi uma decisão muito importante do Governo no sentido de promover o destino, pois as equipes de competidores e turistas ficam em média de cinco a sete dias antes do início do evento na cidade-anfitriã, movimentando a economia local. “O Rally dos Sertões é uma ação que já está impulsionando o turismo nesse processo de retomada, além de posicionar o RN como destino preparado para receber eventos esportivos de grande porte”, declarou.

A competição segue até o dia 22 de agosto e percorrerá cerca de 5 mil km de trajeto, que é baseado no tema “Sertões 100% Sertão”. A partir do litoral do sul do Rio Grande Norte, os competidores encontrarão cenários fascinantes, que unem o sertão ao litoral. O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, também assistiu à Largada Promocional e ressaltou a importância do apoio governamental para promoção do turismo no Rio Grande do Norte.

"É com muita alegria que vejo a participação do governo do estado num grande evento como este. O Rally dos Sertões é o maior rally que nós temos no Brasil, trazendo hoje sete países com seus participantes para o Rio Grande do Norte, incentivando o turismo de aventura e incrementando uma área de suma importância que é o turismo. A governadora mostra a sua crença cada vez maior num estado que tem nas suas origens, na sua história, o turismo como a grande mola propulsora da economia e do seu desenvolvimento", reforçou.

Joaquim Monteiro, CEO do Rally, e Edgar Fabre, diretor técnico, agradeceram à governadora Fátima Bezerra pelo apoio do Governo do Estado ao evento, através de renúncia fiscal do Programa Estadual de Incentivo à Cultura/Lei Câmara Cascudo. "Para nós, está sendo uma imensa alegria sermos tão bem recebidos neste paraíso. Se não tivéssemos esse apoio, não conseguiríamos realizar esse evento com essa estrutura de excelência", afirmou Fabre. A Vila dos Sertões está funcionando como uma microbolha, em que o acesso só é permitido através de testagem negativa para a Covid-19.

GASTRONOMIA – O evento abriga a segunda edição do festival "Sabores do Sertões" em que o critério para participação é a utilização de cinco ingredientes típicos do Nordeste: camarão, carne seca, queijo coalho, castanha de caju e macaxeira. Com 150 restaurantes envolvidos, o festival envolve os restaurantes locais, aquece a economia e divulga a cultura gastronômica local para os visitantes. O evento tem a parceria com Sebrae nas nove cidades anfitriãs. Representando o Sebrae-RN, estava presente na Largada o consultor João Hélio.

Também estavam na comitiva do Governo do Estado os secretários e de estado Carlos Eduardo Xavier (Tributação), Guilherme Saldanha (Agricultura e Pesca) e Sílvio Torquato (adjunto da secretaria de Desenvolvimento Econômico), além dos diretores da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto; da Emprotur, Bruno Reis, do Idema, Leon Aguiar, e do Detran, Jonielson Oliveira.

LEI CÂMARA CASCUDO - Em 2021, o Governo do RN destina maior volume de recursos ao setor cultural. São R$ 13,2 milhões, maior valor de renúncia fiscal de ICMS já proposto nos 21 anos do Programa Estadual de Incentivo à Cultura. O valor foi publicado na edição desta quinta-feira (12) do Diário Oficial. O montante não só ajuda um dos setores mais prejudicados durante o período pandêmico, como compensa a captação de dois projetos que abocanharam boa parte do valor renunciado anteriormente, no valor de R$ 8 milhões, que são exatamente o Rally dos Sertões e o Complexo Cultural da Rampa.

“Nosso governo tem o compromisso de respeitar os artistas potiguares. Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas no contexto da pandemia, sabemos que a Cultura é uma das principais ferramentas para o engrandecimento de um povo. É imensamente gratificante ter sido autora do Projeto de Lei, quando era deputada estadual, que deu o pontapé para a criação da lei que há 21 anos incentiva o setor cultural do Rio Grande do Norte”, disse a governadora Fátima Bezerra.

O atual valor de R$ 13,2 milhões, além de compensar os demais projetos inscritos na Lei este ano, também será estabelecido como parâmetro da renúncia para os próximos anos. “Tínhamos uma renúncia de R$ 6 milhões, sem que o valor fosse totalmente captado. Em 2019, primeiro ano do Governo Fátima Bezerra, devido à situação de penúria em que encontramos o erário, baixamos em comum acordo com produtores culturais para R$ 3 milhões, mas fechamos o ano com R$ 3,8 milhões. Ano passado o volume da renúncia aumentou, mas ainda não chegou aos antigos R$ 6 milhões. Agora a governadora anuncia um montante de R$ 13,2 milhões, que irá beneficiar sobremaneira a cadeia produtiva da nossa cultura”, frisou o diretor da FJA, Crispiniano Neto.

A Lei Câmara Cascudo consiste na renúncia fiscal de ICMS por parte do Estado para que o valor correspondente à contribuição seja revertido aos projetos culturais inscritos e aprovados pela Comissão do Programa, constituído de representantes da classe artística eleitos. A operacionalização do programa é realizada pela Fundação José Augusto. Os interessados em inscrever seu projeto tem até o próximo 31 de agosto. Ao longo desses 21 anos, a Lei Câmara Cascudo disponibilizou R$ 86 milhões e beneficiou mais de 550 projetos culturais.