PUBLICIDADE

728x90px

Adeus do maior ídolo: Barcelona confirma a saída de Lionel Messi


Lionel Messi não vai mais jogar pelo Barcelona. Nesta quinta-feira (5), o clube espanhol anunciou a saída do craque argentino, maior ídolo da história do time da Catalunha. Em 17 temporadas, foram 35 títulos conquistados, 778 jogos e 672 gols. A saída do camisa 10 ocorre principalmente por questões financeiras e insatisfação do atleta, que nos últimos tempos reclama da falta de reforços no elenco blaugrana.

Informação divulgada ainda no início da tarde desta quinta (5) pelo jornal Marca, da Espanha, a saída de Messi era algo conhecido dentro dos corredores do Camp Nou. Desde a a última temporada, quando o contrato do argentino com o clube estava entrando no último ano, o jogador manifestava o desejo de sair da equipe culé.

O camisa 10 revelou a vontade de deixar o Barça a partir da goleada por 8 a 2 sofrida contra o Bayern de Munique, na Liga dos Campeões da temporada 2019/20. La Pulga alegou como motivo principal a falta de nível competitivo do time. As duras eliminações em anos recentes na Champions League recaíam sobre o jogador, que não se sentiu confortável com a situação.

No entanto, Messi não conseguiu deixar a equipe naquele momento por ainda ter contrato vigente com o Barcelona. A última temporada foi uma tentativa tanto para o argentino quanto para o clube de aparar as arestas e restabelecer o convívio. Líder, o camisa 10 até conduziu o time durante a conquista da Copa do Rey, mas o Barça falhou na tentativa de ser campeão da Liga dos Campeões e do Campeonato Espanhol.

Leia a nota oficial do Barcelona sobre a saída de Messi

"Apesar de ter chegado a um acordo entre o FC Barcelona e Leo Messi e com a clara intenção de ambas as partes de assinarem hoje um novo contrato, este não pode ser formalizado devido a obstáculos econômicos e estruturais (regulamento espanhol LaLiga).

Diante desta situação, Lionel Messi não continuará vinculado ao FC Barcelona. Ambas as partes lamentam profundamente que os desejos do jogador e do clube não possam ser finalmente atendidos.

O Barça agradece de todo o coração ao jogador a sua contribuiçãopara a valorização da instituição e deseja-lhe o melhor na sua vida pessoal e profissional."