PUBLICIDADE

728x90px

RN amplia cooperação e investimentos com Agência Francesa de Desenvolvimento


Ampliar as parcerias com o governo da França e com as empresas francesas em continuidade aos entendimentos iniciados em 2019 na missão dos Governadores do Nordeste à Europa. Esta foi a principal reivindicação da governadora professora Fátima Bezerra na reunião do Consórcio dos Governadores do Nordeste com a Embaixada da França e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) nesta quinta-feira (29), em Recife.

"Há exatos dois anos estivemos em Paris e firmamos o primeiro acordo que teve ótimos resultados. Hoje estamos aqui para dar continuidade aos entendimentos e parcerias que iniciamos com a França em 2019. Naquele ano firmamos termo de parceria e reafirmamos laços que unem o Brasil, o Nordeste e a França por um mundo com paz, sustentabilidade, justiça social, igualdade de oportunidades, inclusão social. Os valores que a França professa são os mesmos que o Brasil e o Nordeste professam como os da democracia, liberdade e soberania", afirmou Fátima Bezerra à embaixadora Brigitte Collet e aos representantes da AFD, no Palácio Campo das Princesas, sede do Governo do Estado de Pernambuco.

A governadora destacou que o contato inicial resultou em investimentos em energias renováveis por empresas francesas no RN que somam R$ 3 bilhões.

"As empresas Engie, Voltália, Qair e Total concretizaram investimentos em nosso estado. Inclusive a Voltália instalou seu centro de operações mundial no Rio Grande do Norte, no município de João Câmara e trabalha com os jovens profissionais egressos dos nossos institutos de educação profissional."

Governadora Fátima Bezerra.

O RN também está sendo beneficiado, assim como os estados de Pernambuco, Bahia e Alagoas, com a ampliação da rede de hotéis Accor, que possui 44 hotéis no Nordeste, e vai instalar mais 7 hotéis (total de 813 quartos).

A partir de agora o Governo do RN quer investimentos principalmente na agricultura familiar, em tecnologia e no turismo. O setor da agricultura familiar, enfatizou a governadora, é responsável por 70% da produção de alimentos saudáveis no Brasil. "Coordeno a câmara técnica do Consórcio Nordeste que trata deste setor. Temos dado passos importantes como o programa de compras governamentais, área que tem grande capacidade de geração de trabalho e renda. Reforço à embaixada e à AFD o interesse em parcerias para que possamos melhorar as condições de acesso ao crédito, às técnicas de produção e abertura do mercado para comercialização. Em nossos Estados executamos um programa de compras governamentais que faz pelo menos 30% de suas aquisições à agricultura familiar.”

Na área do Turismo, a governadora destacou os potenciais do RN e os investimentos já em curso pelo estado. "Estamos concluindo o Complexo Cultural do Museu da Rampa, um dos maiores, belos e moderno do Brasil. O complexo guarda fatos vivenciados que marcam a história do Brasil e do mundo. Foi lá, por exemplo, que tivemos a presença pioneira do piloto Jean Mermoz, que fazia o correio aéreo internacional. Aliado a isso temos o fato de Natal ter sido Base Aérea do governo dos EUA na segunda Guerra mundial.”

Em relação à educação, a governadora do RN se referiu à falta de infraestrutura tecnológica. "Isto ficou mais evidenciado agora na pandemia diante das dificuldades para implementar o ensino remoto. Queremos parcerias para avançarmos na modernização tecnológica, pois não podemos admitir, em pleno século 21, a internet passar na calçada das escolas e não entrar. Avançar no campo da educação é uma das grandes metas de todos nós governadores do Nordeste", reforçou.

Fátima Bezerra encerrou sua participação na reunião com o embaixador francês e a AFD lembrando o luto de mais de meio milhão de brasileiros e brasileiras que foram vitimados pela pandemia. “Saibam que, aqui no Nordeste, no que depender dos governos do Nordeste, faremos o possível e impossível para superarmos a pandemia. Rezamos na cartilha da ciência, seguimos os protocolos recomendados para cuidar da saúde do povo e preservar a vida. Como disse o governador de Pernambuco, Paulo Câmara: aqui não tem negacionismo, temos respeito e cumprimento dos preceitos da ciência. E hoje, com o arrefecimento da pandemia em todos os estados do Nordeste, iniciamos, com cautela e responsabilidade, a retomar atividades de forma gradual e com esperança em dias melhores no avanço da cobertura vacinal. Sofremos com falhas graves no planejamento da vacinação e na aquisição das vacinas, o que custou vidas.”

Com cooperação, RN já atraiu investimentos de R$ 3 bilhões em energias renováveis. Foto: Aluísio Moreira.

No final da reunião, os nove governadores dos estados nordestinos emitiram uma declaração conjunta com a Embaixada da França por ocasião do segundo aniversário da carta de intenções assinada entre a França e o Nordeste. O documento apresenta o resumo dos investimentos realizados e os que estão em andamento, além da renovação da parceria para novos empreendimentos.

A previsão é de que ainda neste semestre seja realizado um evento sobre os temas prioritários, incluindo a participação de empresas francesas e de atores econômicos brasileiros dos estados do Nordeste, a fim de facilitar parcerias e trocas de expertise.

Também participaram da reunião os governadores da Paraíba, João Azevedo; de Pernambuco, Paulo Câmara; de Alagoas, Renan Filho; da Bahia, Rui Costa; do Piauí, Wellington Dias; vice-governadora de Sergipe Eliane Aquino. Acompanharam a governadora Fátima Bezerra os secretários de Estado: Fernando Mineiro (Segri), Virgínia Ferreira (Sead), Aldemir Freire (Seplan), Íris Oliveira (Sethas), Alexandre Lima (Sedra) e Guia Dantas (Assecom).