PUBLICIDADE

728x90px

Receita Federal apreende meia tonelada de cocaína no porto de Natal


Droga foi apreendida na manhã desta segunda-feira (5) em um carregamento de limão que seguia para a Europa.


A Receita Federal apreendeu meia tonelada de cocaína em um contêiner carregado de frutas no porto de Natal. A carga seguiria para a Europa.

O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (5), durante uma fiscalização aduaneira. A droga estava em uma carga de limão, que tinha como destino o porto de Roterdã, na Holanda.

Segundo a Receita, a apreensão causou um prejuízo estimado de R$ 15 milhões ao narcotráfico.

"A apreensão é fruto do trabalho ininterrupto da aduana, com uso intensivo de tecnologia e de técnicas de análise e gerenciamento de risco", disse o órgão.

A droga foi encaminhada para a Polícia Federal, que é responsável pela investigação. Ninguém foi preso.

Em nota, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), que administra o porto, afirmou que a apreensão aconteceu com auxílio do scanner de contêineres.

Ainda de acordo com a companhia, a apreensão demonstraria que a intensificação das ações de vigilância na área portuária estão surtindo efeito.

Rota do tráfico

Em outubro de 2020, a Polícia Federal prendeu quatro pessoas em flagrante no Porto de Natal com 238,9 quilos de cocaína. De acordo com a PF, a droga seria enxertada em um contêiner que seguiria para a Europa. A ação aconteceu em conjunto com a Receita Federal.

Em agosto, a PF também apreendeu 704 quilos de cocaína no porto.

Em 2019 a Polícia Federal já apontava a capital potiguar como ponto de partida para o tráfico internacional de drogas, com envio de cocaína principalmente para Holanda e Bélgica.

Desde outubro de 2018, mais de 10 toneladas de drogas que partiram de Natal também foram apreendidas no porto de Roterdã, na Holanda.


Publicidade