PUBLICIDADE

728x90px

OMS afirma que a variante Delta será a mais predominante no mundo


O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde disse que a cepa já está em mais de 104 países

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta 2ª feira (12.jul) que a variante Delta da covid-19 vai ser a cepa dominante no mundo em breve. "A variante Delta está varrendo o mundo em um ritmo alarmante, provocando um novo pico de casos e morte", declarou.

Presente em mais de 104 países, a variante é considerada a mais transmissível. De acordo com o diretor-geral da OMS, a situação em países mais pobres é mais complicada.

"Em locais com alta cobertura de vacinação, o Delta está se espalhando rapidamente, especialmente infectando pessoas desprotegidas e vulneráveis e pressionando novamente os sistemas saudáveis. Já em países com baixa cobertura vacinal, a situação é particularmente ruim. A Delta e outras variantes estão conduzindo ondas catastróficas que estão se traduzindo em alto número de hospitalização e morte", disse.

O diretor ainda reforçou que alguns países e regiões estão pedindo milhões de reforços de vacinas antes que outros tenham fornecido vacinas até mesmo para seus profissionais de saúde.

Publicidade
728x90px