PUBLICIDADE

728x90px

“Menor vaca do mundo” pesa 26 quilos e gera aglomerações em Bangladesh


Mais de 15 mil pessoas visitaram Rani nos últimos dias; autoridades temem aumento do número de casos de Covid-19

Curiosos de Bangladesh estão deixando suas casas rumo a fazenda Shikor Agro, no Butão, para conferirem de perto a notícia que se espalhou que nem vento. Eles se aglomeram em plena pandemia para confirmarem com os olhos o que seus ouvidos não puderam acreditar: lá vive Rani, a menor vaca do mundo. Alguns não sabem, porém, que é justamente a pequenez do animal que faz dele um risco à saúde pública .

De acordo com o site CNET, os proprietários afirmam que Rani é 10 centímetros menor do que a vaca que atualmente detém o reconhecimento do Guiness Book of World Records como a menor do mundo. Ela tem 23 meses, mede 51 centímetros de altura, 66 de comprimento e pesa 26 quilos.

Apesar de compreenderem a ansiedade para ver o pequenino animal, as autoridades de Bangladesh estão preocupadas com o aumento dos casos de Covid-19 no país: o número de infectados em um dia atingiu mais de 11 mil pela primeira vez na última terça-feira (6).

Segundo Hasan Howlader, gerente da fazenda Shikor Agro, mais de 15 mil pessoas visitaram Rani nos últimos três dias. “As pessoas percorrem longas distâncias, apesar do bloqueio do coronavírus”, disse ele. “A maioria quer tirar selfies com a vaca.”

O bloqueio citado por Howlader é uma medida rígida de trânsito entre cidades e estados imposta pelo governo de Bangladesh no final de junho, quando as mortes pelo novo coronavírus atingiram níveis alarmantes.

Cerca de 4,2 milhões dos 163 milhões de cidadãos do país estão totalmente vacinados, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Acredita-se que essa nova onda de Covid-19 que abateu Bangladesh, inclusive, seja causada em grande parte pela variante Delta. O argumento ganha mais força quando se leva em conta que o país faz fronteira com a Índia, onde a nova cepa do coronavírus foi identificada pela primeira vez.
Enquanto o governo bengalis lida com os curiosos e o aumento dos casos de Covid-19, os proprietários de Rani, que teve seu tamanho determinado pelo resultado de uma “endogamia genética”, trataram de inscrevê-la no Guinness Book of World Records, na esperança de torná-la oficialmente a menor vaca do mundo.


Publicidade
728x90px