PUBLICIDADE

728x90px

Lula vê chances mínimas de ‘superpedido’ de impeachment de Bolsonaro avançar, mas defende movimento


Lula não vê grandes chances de avanço para o “superpedido” de impeachment de Bolsonaro apresentado por deputados de esquerda e de direita. Para o petista, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), seguirá honrando o compromisso que firmou com Bolsonaro, de não acatar nenhum pedido para afastá-lo do Palácio do Planalto. 

A visão de integrantes do PT é a mesma de Lula. Há a avaliação, porém, de que, se as denúncias envolvendo as vacinas avançarem na CPI, a pressão sobre Lira será cada vez maior. Tanto o ex-presidente quando integrantes da sigla destacam a importância do gesto político do pedido, que reúne ícones de diferentes ideologias contra Bolsonaro. 

Os deputados federais Alessandro Molon (PSB-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Kim Kataguiri (DEM-SP) e Joyce Hasselmann (PSL-SP) apresentaram o “superpedido” de impeachment na Câmara nesta quarta-feira. A peça conta com 46 signatários, entre partidos e instituições da sociedade civil e unifica os 124 pedidos levados à Casa.

Publicidade
728x90px