PUBLICIDADE

728x90px

Governo do RN capta investimentos da Dinamarca com apoio de embaixada


O secretário de desenvolvimento econômico, Jaime Calado, se reuniu nesta quarta-feira (28), por meio de videoconferência, com Rodrigo de Azeredo Santos, embaixador do Brasil na Dinamarca, para tratar de oportunidades de cooperação entre o país europeu e o Rio Grande do Norte em energias renováveis. Neste primeiro encontro, também participou o diretor da EV Brasil, João de Deus, e o pesquisador Mario González da UFRN. Ao final, o embaixador convidou o Governo do Estado para uma visita à Dinamarca, numa missão de colaboração na área de energias limpas.

O secretário Jaime Calado lembrou que o RN já possui, entre dezenas de empresas estrangeiras, a presença de representantes dinamarqueses no portfólio de projetos eólicos instalados no território potiguar. "O RN tem 2.268 aerogeradores funcionando, e a marca mais forte aqui é a Vestas. Então, essa presença dinamarquesa aqui é, desde o início, uma referência para nós e precisamos realmente de investimentos", declarou.

Rodrigo Santos parabenizou o trabalho do Governo do RN e reconheceu que o estado é hoje o melhor lugar do país para se investir em energias limpas. "Eu sei que o estado do Rio Grande do Norte está na vanguarda do Brasil na área de energias renováveis. Eu tenho acompanhado e espero que a embaixada do Brasil em Copenhage possa colaborar para trazer novos investimentos dinamarqueses". Os investimentos podem significar tanto aporte de capital quanto de tecnologia, oriundos de importantes players internacionais.

Tecnologia de ponta é o que propõe trazer ao RN João de Deus, fundador e diretor da EV Brasil, para completar o rol de serviços que compõem a cadeia produtiva de energia limpa: “hoje muito se fala em geração de energias renováveis, mas para que ela seja realmente limpa é preciso pensar em armazenamento de larga escala, como estão fazendo os demais países”.

O empresário explicou que a EV desenvolve, em parceria com uma empresa suíça, uma tecnologia gravitacional de armazenamento verde, em que a energia gerada por fontes renováveis é estocada em blocos de concreto. "Hoje estamos conversando, por exemplo, com a AES, que acaba de iniciar um grande projeto no RN para fazermos um primeiro piloto para eles no Brasil", acrescentou João.

Para o secretário Jaime Calado, esse é mais um avanço a ser incorporado nos planos do Polo de Referência em Produção de Energia Limpa e Renovável do RN, discutidos dentro do Grupo de Trabalho já criado com este propósito. A equipe, liderada pelo pesquisador Prof. Mario González (UFRN), já desenvolve estudos na área de eólicas offshore - incluindo a construção de um porto-indústria para viabilizar o novo mercado - e produção de hidrogênio verde. O pesquisador participou da reunião desta quarta com o embaixador a pedido do secretário.

Falando diretamente de Copenhage, capital da Dinamarca, o embaixador Rodrigo de Azeredo Santos deixou um convite ao secretário Jaime Calado, estendido à Governadora Fátima Bezerra, para liderar uma comitiva ao país europeu com vistas a reforçar a parceria de ambos, especialmente na área de energias limpas. “Nós podemos fazer um programa para o governo do estado do Rio Grande do Norte dando seguimento a essa cooperação acadêmica, de inovação e tecnologia e também promovendo um roadshow com os investidores”, disse.

A visita será uma oportunidade importantíssima de troca de informações, principalmente no que tange a regulação do mercado eólico offshore e armazenamento verde, ambos em desenvolvimento no Brasil e essenciais para a consolidação do país na agenda internacional de sustentabilidade.