PUBLICIDADE

728x90px

Governo Cidadão articula mutirão para avançar nas obras das queijeiras


O Governo Cidadão articulou nesta sexta-feira, 09, a realização de um mutirão para resolução de possíveis pendências relativas às obras das 39 queijeiras do Seridó beneficiadas pelo Governo do RN. A meta é avançar nas execuções para que até a data de 14 de agosto próximo, todas estejam ao menos 90% finalizadas.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, fez uma pausa no roteiro de viagens de inspeção às obras e reuniu, na sede do Projeto Governo Cidadão, no Centro Administrativo, membros da UES-SAPE (Secretaria Estadual de Agricultura, da Pecuária e da Pesca), dos setores de engenharia e jurídico do Projeto e da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), representantes das cooperativas Agropecuária do Seridó (Capesa) e dos Agricultores Familiares do Seridó (Coafs), das empresas executoras dos serviços e do Tribunal de Contas do Estado (TCE RN).

“Estamos aqui todos reunidos para fazer essas obras avançarem. O Governo Cidadão quer ajudar na solução de problemas porque sabe que a finalização e o consequente funcionamento dessas queijeiras é estratégico para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, disse Mineiro, que também lembrou que os prazos de entrega já foram ampliados junto ao Banco Mundial, e por isso precisam ser cumpridos. Todas as decisões devem ser tomadas de acordo com os contratos assinados.

Novas reuniões individuais se seguirão na tarde desta sexta-feira e na segunda-feira, 12, para as quais Mineiro disponibilizou especialistas e consultores do Governo Cidadão para atender as construtoras e as cooperativas na busca por soluções de possíveis entraves.

ACOMPANHAMENTO DO TCE

A convite de Mineiro, a reunião contou com a presença do auditor do TCE-RN, Adriano Sousa, que no mês de junho também acompanhou vistorias presenciais às obras: “Esse mutirão será útil para evitar retrabalho nesta etapa de finalização”, disse.

As obras das 39 queijeiras integram o Edital de Leite e Derivados do Governo do Estado para o fortalecimento da Pecuária Leiteira e foram viabilizadas pelo Governo Cidadão e pela SAPE. Mais de R$ 20 milhões, oriundos do empréstimo estatal junto ao Banco Mundial, estão beneficiando 15 queijeiras da cooperativa Agropecuária do Seridó (Capesa) e outras 24 pertencentes à Cooperativa dos Agricultores Familiares do Seridó (Coafs). Todas estarão estruturadas, adequadas, equipadas e em conformidade com as legislações sanitárias.

Publicidade
728x90px